Nacional

Adolescente morta sob suspeita de envenenamento de pirulito é sepultada no Rio

Publicado

velório arrow-options
Reginaldo Pimenta / Agência O Dia

Foi sepultada na tarde de hoje, Lorrana Madalena da Luz, no cemitério Tanque do Anil, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense.

Sob forte comoção, a menina Lorrana Madalena da Luz Manoel, de 14 anos, foi sepultada na tarde desta sexta-feira (25) no cemitério Tanque do Anil, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A adolescente morreu sob suspeita de envenenamento na quarta-feira. Em estado de choque, a mãe da jovem, Gisela José da Luz, 32 anos, suplicava para que ela acordasse no caixão.


Durante o velório, a mãe de Lorrana, repetiu diversas vezes:”Nossa Senhora vai ressuscitar minha filha e vou levá-la de volta para casa”, contou Simone Teixeira, 48 anos, prima de segundo grau da menina. Cerimônia reuniu 200 pessoas.

Leia mais: Guia para voluntários que atuam em praias do Nordeste é publicado pelo Governo

A adolescente teria contado à mãe, horas antes da morte, que ganhou uma bala de uma mulher no trem. “Ela pegou a primeira bala e colocou na boca dela. Em seguida, ela me deu a bala. Eu não vi maldade, porque ela estava chupando a bala também”, teria dito a menina à mãe, segundo a prima Simone Teixeira. “Viu como ela é maquiavélica? Lorrana ia guardar a bala, mas disse que a moça ainda falou assim: ‘Chupa, que é gostosa. É muito boa essa bala. Você vai gostar’. E ela chupou”, completou.

Leia mais:  Brasil perdeu ‘2,5 Alemanhas’ em florestas nos últimos 34 anos, diz MapBiomas

Segundo Simone, a conversa aconteceu depois que a menina saiu do curso de informática, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio, e foi até o trabalho da mãe, em Caxias, de trem. Ao chegar ao trabalho de Gisele, Lorrana ainda tirou selfies e depois reclamou de uma forte dor de cabeça.

Ela disse: ‘Mãe, a bala que aquela moça me deu dentro do trem está me dando muita dor de cabeça. Depois que eu chupei a bala, eu me senti mal’. A mãe nunca ia imaginar. Você senta do lado de uma pessoa em um trem e ela olha para você com um sorriso, gentilmente te oferece uma bala e quer te matar. Quem vai imaginar isso?”, questionou a prima, inconformada.
A menina também disse à mãe, segundo a prima de segundo grau, que nunca tinha visto a mulher.

Simone contou que as duas foram para casa e a menina repetiu a história para a avó materna. Em casa, teria tomado um analgésico para a dor de cabeça. Por volta das 22h, mãe e filha comeram um cachorro-quente em uma barraquinha de uma tia, que existe há mais de 30 anos no local.

Leia mais:  Trump recebe Eduardo Bolsonaro e Ernesto Araújo na Casa Branca

Leia também: Compra de armas será facilitada para policiais e bombeiros, determina Exército

Por volta de 1h de quarta-feira, a menina começou a passar muito mal com a boca espumando. Um tio a levou para a UPA Jardim Íris, em São João de Meriti, onde Lorrana morreu após três paradas cardiorrespiratórias.

No caminho, a jovem suplicou à mãe: “Não me deixa morrer”, disse a prima Simone. A menina morava com dois irmãos menores, a mãe e a avó materna no bairro Jardim Metrópole, em São João de Meriti. Ela faria 15 anos no dia 6 de janeiro e a festa de debutante já estava sendo preparada.

Envenenamento por chumbinho

O pai de Lorrana, Luciano da Silva Manoel, 37 anos, confirmou que a equipe médica da UPA Jardim Íris detectou que a morte foi causada por carbamato, mais conhecido como chumbinho, mas não soube dizer a quantidade. “Não tenho mais o que dizer, porque está em investigação”, afirmou Luciano.

A Polícia Civil não descarta nenhuma linha de investigação para o caso.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Suspeito de roubos na Estrada dos Bandeirantes neste sábado é preso pela PM

Publicado

source
Celulares em cima de carro arrow-options
Reprodução

Suspeito foi preso após roubar vários celulares

Foi preso neste sábado um suspeito de realizar vários assaltos na Estrada dos Bandeirantes , em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Ele foi conduzido por policiais militares do 31º BPM (Barra da Tijuca) para a 16ª DP, onde o caso foi registrado. As vítimas também compareceram à delegacia.

Segundo a PM, o suspeito teria assaltado pessoas em ponto de ônibus ou caminhando pela rua junto com outros dois homens, que conseguiram fugir. O trio teria saído da Cidade de Deus.

O ladrão estava em um carro, que foi apreendido, assim como os aparelhos celulares que estavam no interior do veículo.

Leia também: Tiroteio fecha a Rodovia Rio-Santos na altura de Angra dos Reis

Em nota, a Polícia Militar informou que uma equipe do 31º BPM foi acionada para uma ocorrência de roubos na Estrada dos Bandeirantes. Após realizar um cerco tático, os PMs localizaram e abordaram um veículo com as mesmas características ditas pelas testemunhas.

Leia mais:  Líder de assentamento recebe ameaças no Pará: “Só não quero que matem meu filho”

Mais um suspeito de roubos foi preso em Jacarepaguá

Também em Jacarepaguá, outro suspeito de assalto foi preso neste sábado. A ocorrência foi na comunidade Gardênia Azul. Com ele, foram apreendidos quatro celulares e uma réplica de pistola.

Após realizarem um cerco tático, policiais militares do 18º BPM (Jacarepaguá) levaram o homem à 32 ª DP (Taquara), onde verificaram que ele já tinha duas anotações criminais.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Ialorixá do terreiro mais antigo de Salvador morre aos 96 anos na Bahia

Publicado

source
Mãe Tatá arrow-options
Reprodução/Facebook

Mãe Tatá comandava o terreiro candomblé mais antigo de Salvador

A ialorixá Mãe Tatá Oxum Tomilá, líder religiosa que comandava o terreiro de candomblé mais antigo de Salvador , na Bahia , morreu neste sábado (7) aos 96 anos. Ela estava em sua casa, no bairro do Engenho Velho da Federação, e morreu de causas naturais.

Nascida Altamira Cecília dos Santos, Mãe Tatá era a ialorixá da Casa Branca do Engenho Velho, o primeiro a ser tombado como Patrimônio Cultural Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1984.

Leia também: Por que religiões afro-brasileiras são o principal alvo de intolerância no País?

Ainda não há informações sobre o sepultamento da sacerdotisa, considerada a mais antiga do Brasil entre as de nação Ketu, e o centro religioso que ela comandava terá suas atividades suspensas por um ano por causa da morte.

Comentários Facebook
Leia mais:  Trump recebe Eduardo Bolsonaro e Ernesto Araújo na Casa Branca
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana