Política MT

Câmara Setorial reúne deputados, prefeitos e vereadores de MT e da Bolívia

Publicado

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

“Fronteira é área de integração, não de risco”. Com este enfoque, o deputado Carlos Avallone (PSDB) abriu a reunião de instalação da Câmara Setorial Temática Faixa de Fronteira, em Cáceres, que tem como objetivo sistematizar estudos, pesquisas e análises sobre a realidade econômica e social da região fronteiriça, para definir programas e soluções estratégicas para o desenvolvimento dos municípios da região Oeste. A iniciativa do deputado Avallone teve como coautores os deputados Dr. Gimenez (PV) e Valmir Moreto (PRB), além do apoio do deputado federal Dr. Leonardo (SD).

“Estou muito satisfeito e animado com a representatividade desta reunião, com a presença de vários prefeitos, secretários municipais, presidentes de Câmaras Municipais e vereadores da maioria dos 28 municípios da região fronteiriça, além dos legisladores municipais de San Matías. A união de esforços do setor público, da iniciativa privada e da sociedade organizada, vai com certeza assegurar os resultados que a comunidade espera há décadas. Chegou a hora de superar os desequilíbrios regionais, promover a integração com a Bolívia, cuidar da segurança, da saúde, da educação, gerar desenvolvimento, emprego e renda e melhorar a qualidade de vida da população fronteiriça”, explicou Avallone.

A Câmara Setorial Temática é um mecanismo de aperfeiçoamento do processo legislativo, integrando gestores públicos e a sociedade civil, através das entidades, sindicatos e organizações. Entre os temas a serem abordados estão a regularização fundiária, a hidrovia Paraná-Paraguai, os investimentos na logística de rodovias e ferrovias, ampliação do comércio com o Mercosul, consolidação da ZPE e desenvolvimento do turismo regional. Farão parte ainda da agenda de trabalhos a criação do Comitê de Fronteira Brasil-Bolívia, a consolidação do Porto Fluvial de Cáceres e a construção de postos alfandegários da Receita Federal, entre outros temas.

O deputado Valmir Moretto (PRB) destacou as questões ligadas ao desenvolvimento econômico, como a hidrovia, a ZPE e a área de livre comércio. “A gestão compartilhada do porto de Cáceres, entre governo e prefeitura, já foi um avanço e temos a certeza de que a Câmara Setorial vai avançar ainda mais, formatando obras e ações para que a faixa de fronteira deixe de ser um ponto favorável ao tráfico e se torne uma região de desenvolvimento econômico e social”, disse Moretto.

Leia mais:  Reunião no dia 14 de agosto em Brasília pode definir situação do Incra em Rondonópolis

Para o deputado Dr. Gimenez (PV), a câmara vai tratar da questão da segurança no sentido amplo. “Precisamos sim da segurança policial, mas também da segurança para quem trabalha e produz, no escoamento da produção agropecuária, na saúde e na educação. Através da CST vamos consolidar projetos e atrair investimentos”, disse o deputado.  

O federal Dr. Leonardo (SD) disse que esta Câmara Setorial Temática é a oportunidade de avançar no trabalho que iniciou há dois anos, quando era deputado estadual, quando coordenou uma outra câmara voltada para a questão da ZPE e da segurança na faixa de fronteira. “Estamos agilizando através de emenda federal um aporte de R$ 60 milhões para o fortalecimento de ações de inteligência para melhorar a segurança pública e vamos contribuir para a consolidação de outras ações junto ao governo federal”, informou.

Integração e desenvolvimento

O presidente da CST Faixa de Fronteira é o ex-deputado José Esteves de Lacerda Filho, profundo conhecedor dos problemas da região Oeste. Em seu discurso, Lacerda destacou a importância de integrar os 28 municípios ao longo dos 913 km de fronteira seca com a Bolívia, onde vivem quase 500 mil habitantes, uma das regiões com menor IDH do estado.

“A fronteira não é área de risco, mas de oportunidades e o caminho é investir na integração. Sem desenvolvimento econômico e social, a região fica refém das atividades ilegais. E a melhoria da qualidade de vida nos municípios da fronteira passa necessariamente pelo relacionamento positivo com nossos vizinhos. Mato Grosso e Bolívia viveram até pouco tempo atrás como xipófagos, colados pelas costas. Chegou a hora de reverter esta tendência nefasta e trabalhar unidos pelo desenvolvimento, pelo combate à pobreza em todos os sentidos”, disse Lacerda.

Leia mais:  Deputado Romoaldo apresenta principais trabalhos do 1º semestre de 2019

Também presente à reunião, o ex-vice-governador e ex-senador Márcio Lacerda foi saudado por vários oradores em reconhecimento ao seu trabalho de mais de quatro décadas pela região Oeste e pela integração latino-americana.

A vice-prefeita de Cáceres, Eliene Liberato Dias, disse que a CST terá todo apoio da prefeitura, pois é possível avançar não só na questão da segurança mas nas propostas de desenvolvimento econômico, na cultura da paz, na integração com países vizinhos. “Cáceres e os municípios da região vão ganhar muito com este trabalho que integra os parlamentos e as prefeituras”, disse Eliene.

O prefeito de San Matías, Fábio Lopez Olivares, elogiou a iniciativa da Assembleia Legislativa de reunir representantes dos dois países para discutir questões que afetam a todos. “É muito nobre esta causa da integração econômica através da faixa fronteira, fortalecendo os laços de amizade entre os municípios e os países. Posição semelhante foi manifestada pelo cônsul da Bolívia, Abraham Cuellar Araújo, e pela presidente do Conselho Municipal de San Matías, Celina Ramos.

Representaram o segmento industrial o vice-presidente do Conselho de Integração Internacional do Sistema Fiemt, Serafim Carvalho Melo, o presidente do Sindicato Rural de Cáceres, Geremias Pereira Leite – que sugeriu a criação da CST -, o diretor da Fiemt em Cáceres, Wellington Nunes, e o presidente do Sindicato da Construção e Movelaria de Cáceres, Helton de Matos.

A área de segurança pública foi representada pelo comandante do Sexto Comando Regional de Cáceres, tenente cel. PM Antonio Nivaldo de Lara Filho, o comandante do Gefron, José Nildo de Oliveira, a delegada da Delegacia Especial de Fronteira, Cinthia Gomes da Rocha Cupido, e o major Marcel Ramos Coutinho, representando o comandante do Batalhão de Fronteira do Exército, coronel Antonio Hervé.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Terceira oitiva da CPI da Previdência é realizada na ALMT

Publicado

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

A terceira oitiva da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência acontece nesta terça-feira (15), às 14 horas, durante a 8ª reunião ordinária, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). O convidado pela equipe técnica é Jair Ribeiro Teixeira, que atuou na gestão de patrimônio do Instituto de Previdência do Estado de Mato Grosso (Ipemat).

A Comissão já ouviu dois depoentes até o momento, o primeiro foi Anélio Gouduberto, o segundo Sebastião Rodrigues da Silva, ambos, ex-liquidantes extrajudiciais do Ipemat.

Conforme a equipe técnica, os próximos convocados para serem ouvidos serão: Ronaldo Taveira, ex-presidente do MTPrev e Ronaldo Campos Fraga, membro da Comissão que fez gestão do patrimônio do Estado na Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag).

Serviço:
Terceira oitiva da CPI da Previdência
Data: 15/10/2019
Horário: 14 horas
Local: Sala das Comissões, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Leia mais:  População de Jaciara debate implantação de escola militar
Continue lendo

Política MT

Estudante recebe moção de aplausos por prova do Enem

Publicado

Foto: Lucas Bellinello / Assessoria de Gabinete

A Assembleia Legislativa, em uma iniciativa do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), dedicou na noite de segunda-feira (14) uma moção de aplausos ao ex-estudante da rede pública estadual, Kennedy Bispo Silva Conceição.

A homenagem é um reconhecimento público ao desempenho na última redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), em que atingiu 920 pontos e lhe permitiu conquistar uma vaga no curso de Direito da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

O adolescente de 19 anos estudou na Escola Estadual Irene Gomes de Campos, no bairro Figueirinha, periferia de Várzea Grande, da 6ª série ao 3º ano do ensino médio.

Nos dois últimos anos de estudos, conciliava a preparação para o ensino superior com empregos na iniciativa privada.

Para conceder a homenagem, o deputado Wilson Santos se deslocou até a sede da unidade de ensino. Em uma cerimônia que durou aproximadamente uma hora, também foi concedida moção de aplausos à diretora Cristina Barbosa Guimarães Ferreira e à professora de língua portuguesa Elisângela Moreira Campos.

Professor há mais de 20 anos, o parlamentar enalteceu o bom desempenho do ex-estudante da rede pública Kennedy Bispo.

Leia mais:  Paulo Araújo quer garantir aos servidores da fiscalização sanitária adicional de insalubridade

"Às vésperas do dia do professor, me orgulha muito conceder essa moção de aplausos. Não podemos deixar passar desapercebido as conquistas na educação. Ainda mais a luta individual de um jovem que enxergou na dedicação aos estudos  e o ingresso numa faculdade o primeiro passo para melhor a qualidade de vida", destacou.

Emocionado, o estudante Kennedy Bispo agradeceu o reconhecimento e disse que já traça novas metas para o futuro.

"Quero ser professor de Direito Constitucional e também exercer a advocacia nesta área. Também desejo me aprofundar no estudo do Direito Constitucional, ingressando em um mestrado e depois doutorado", revelou.

A professora Elisângela Campos se dizia emocionada com o reconhecimento dado ao seu ex-aluno. "É um vitorioso que merece esse reconhecimento. Sempre manifestava interesse em estudar e pelo histórico sempre foi um aluno muito dedicado".

A diretora da unidade escolar, Cristina Ferreira, enalteceu a iniciativa do deputado Wilson Santos em reconhecer publicamente o mérito de um ex-aluno da rede pública.

"Isso valoriza a educação e nos faz ter a esperança de que homens públicos olhem verdadeiramente para a educação. Não adianta só infraestrutura nas escolas, mas a capacitação profissional. É um privilégio ter esse reconhecimento. Um gesto bonito, sincero e inesquecível do deputado Wilson Santos", afirma.

Leia mais:  População de Jaciara debate implantação de escola militar

A Escola Irene Gomes de Campos tem aproximadamente 1,3 mil estudantes matriculados. A instituição de ensino oferta estudos da quinta série do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio.

Enem – O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1998, com o objetivo de avaliar o desempenho dos estudantes concluintes do ensino médio.

A partir de 2004, a prova passou a ser utilizada como ferramenta para ingresso em instituições do ensino superior e, em 2010, com sua inclusão no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), foi reconhecido como o maior e mais completo exame educacional do Brasil.

Ao longo de sua criação, o Enem veio a substituir o tradicional vestibular realizado por faculdades e universidades nacionais, tornando-se hoje ferramenta para concessão de bolsas de estudo parciais e integrais em faculdades particulares, através do Programa Universidade Para Todos (Prouni).

O tema da redação do Enem de 2018 foi "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet". A prova teve quatro textos motivadores, sendo que três deles são trechos de reportagens e um trouxe um gráfico com dados.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana