GUARANTÃ DO NORTE

Comerciante e funcionário são presos em flagrante por furto e receptação em Guarantã do Norte

Publicado

A polícia civil recebeu uma denúncia do proprietário de uma empresa de ferragens que fica localizada as margens da BR-163, entrada da cidade de Guarantã do Norte, que há algum tempo, seu funcionário estaria furtando matérias na hora da entrega.
Na última quinta-feira (29), o proprietário comunicou a polícia civil que o funcionário tinha acabado de carregar alguns materiais em um veículo Montana, que é de propriedade de um empresário no ramo de serralheria, também da cidade de Guarantã do Norte, e que este era o receptador.
Os policiais civis fizeram um cerco na BR-163 e conseguiram abordar o veículo do suspeito que estava com os objetos. Os policiais conferiram a carga e notaram que havia uma grande diferença, cerca de 228 quilos a mais de material chapa galvanizada que não constava na nota fiscal.
Diante do flagrante delito, o funcionário que furtava e o dono da serralheria que receptava os objetos foram presos e encaminhados para a delegacia de polícia civil de Guarantã do Norte.
Por/ O Território

Leia mais:  Carro é furtado de dentro de residência em Guarantã do Norte

Comentários Facebook
publicidade

GUARANTÃ DO NORTE

Grupo CAR prende homem armado no bairro Cidade Nova em Guarantã do Norte.

Publicado

Por volta das 15 horas desta segunda-feira (02), o grupamento CAR (Comando de Ação Rápida) da polícia militar, em rondas na Rua dos Pequizeiros, se deparou com um homem em atitude suspeita.

O homem de 34 anos ao perceber a presença dos policiais tentou empreender fuga a pé, mas acabou sendo capturado pelos policiais. No momento em que o suspeito corria, o mesmo arremessou um objeto, que posteriormente foi confirmado que se tratava de um revólver Taurus calibre 32.

O suspeito estava cumprindo a pena de liberdade provisória pelo crime de furto, inclusive no momento da prisão, o mesmo estava usando uma tornozeleira eletrônica.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao suspeito e encaminhado para a delegacia de polícia civil para as demais providencia.

O grupamento CAR (Comando de Ação Rápida) da polícia militar tem desenvolvido um ótimo trabalho na cidade de Guarantã do Norte, as motos são uma ferramenta importante para o policiamento preventivo, sobretudo naquelas situações que necessitam deslocamento emergencial. A população tem percebido a intensificação das atividades do batalhão.

Leia mais:  Carro é furtado de dentro de residência em Guarantã do Norte

Por/ O Território

Comentários Facebook
Continue lendo

GUARANTÃ DO NORTE

Justiça decreta prescrição de ação contra acusado de envolvimento em acidente com 3 mortes entre Guarantã e Novo Mundo

Publicado

A Justiça decretou a extinção da punibilidade do motorista acusado de envolvimento no acidente que resultou nas mortes de Cassiene Aparecida Barcelos, 34 anos, Francisleide Pereira Campos de Oliveira, 32, e Gabrieli Birtche Maldaner, 10 anos. As vítimas morreram em um acidente de trânsito ocorrido em dezembro de 2007, na rodovia MT-419, que liga Guarantã do Norte a Novo Mundo.

O acusado estava em uma caminhonete Mitsubishi L200, que se envolveu na colisão com VW Santana, onde estavam as três vítimas e uma jovem de 18 anos, que acabou sobrevivendo ao acidente. De acordo com a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), o suspeito, na época com 19 anos, passou a tarde em uma lanchonete de Novo Mundo ingerindo bebida alcóolica com o irmão. Posteriormente, quando seguia para Guarantã, teria invadido a pista contrária e atingido a caminhonete.

“O fato de o indiciado adentrar em uma rodovia, após o uso de bebida alcoólica que, sabidamente, diminui os reflexos do motorista, aliado à excessiva velocidade empreendida na caminhonete conduzida por ele, demonstram, por si só, que assumiu o risco de vir a causar um acidente automobilístico com vítima fatal, tanto que se manteve firme nessa postura arriscada até o momento no qual colidiu com o veículo das vítimas, ceifando a vida de três delas”, destacou o Ministério Público.

Leia mais:  Polícia identifica homem que morreu após ser arrastado por cavalo em Guarantã

O suspeito foi denunciado por três homicídios e uma tentativa de homicídio e, desta forma, poderia ir a júri popular. No entanto, o Tribunal de Justiça desclassificou os delitos para homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo automotor por três vezes, crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro. Também respondia por lesão corporal culposa, também previsto no CTB.

Após a decisão, a Justiça de Guarantã do Norte decretou a extinção da punibilidade do suspeito em relação aos crimes, entendendo que houve prescrição. “O crime previsto no art. 302 do CTB (homicídio culposo), com pena entre dois e quatro anos de detenção, prescreve em oito anos. Já o delito previsto no art. 303 do CTB (lesão corporal) com pena entre seis meses a dois anos de detenção, prescreve em quatro anos. Ocorre que o réu era menor de 21 anos à época dos fatos, pelo que referidos prazos caem pela metade, é dizer, para quatro e dois anos, respectivamente. Desta forma, verifico que decorreram mais de seis anos do recebimento da denúncia até a data da sentença de pronúncia, sem que qualquer outra causa de interrupção ou suspensão da prescrição operasse”, consta na decisão.

Leia mais:  Empresário de Guarantã é socorrido em estado grave após cair com moto durante treino em pista de motocross

Cassiene era tabeliã do cartório de Guarantã e foi sepultada em Minas Gerais. Francisleide Pereira trabalhava como funcionária da promotoria e foi sepultada em Guarantã, assim como Gabrieli.

Só Notícias/Herbert de Souza

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana