Polícia

Cuiabá:Madrasta é indiciada por matar menina de 11 anos envenenada para ficar com herança.

Publicado

A Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente encerrou na última quinta-feira (7) o inquérito que investigou a morte da menina Mirela Poliane, de 11 anos. Jaira Gonçalves, de 42 anos, responderá por homicídio qualificado.

O delegado pediu o indiciamento da madrasta que está presa em Cuiabá desde setembro. De acordo com a polícia, Jaira colocava doses de veneno na comida da menina, que morreu em junho deste ano.

Uma substância de venda proibida foi ministrada gota a gota, entre abril e junho deste ano, de acordo com a Deddica. A operação que prendeu Jaira recebeu o nome do conto de fadas “Branca de Neve”.

Segundo a polícia, ela queria ficar com uma indenização de R$ 800 mil que Mirela recebeu como indenização por erro médico do hospital em que nasceu. A mãe da menina morreu durante o parto dela.

O inquérito concluiu que o pai de Mirela não teve participação no crime.

MOTIVAÇÃO

A menina tinha direito a uma indenização pela morte da mãe durante o parto, decorrente de erro médico em um hospital da capital. A ação foi movida pelos avós maternos da criança. Em 2019, após 10 anos, o processo foi encerrado, e o hospital foi condenado a pagar uma indenização de R$ 800 mil à família, já descontando os honorários advocatícios.

Leia mais:  Vídeo das 3 onças mortas em cima de uma caminhonete no município de Cocalinho(MT) viraliza na internet, confira.

Parte do dinheiro ficaria depositada em uma conta para a menina movimentar na idade adulta. A Justiça autorizou que fosse usada uma pequena parte desse fundo para despesas da criança, mas a maior quantia só poderia ser acessada aos 24 anos.

Mirella foi criada pelos avós paternos até 2017. Entretanto, após a morte deles, passou a ser criada pelo pai e pela madrasta. A partir daí, a mulher deu início ao plano de matar a criança para ficar com a indenização, segundo investigadores.

Fonte: G1

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Autor de estupro de vulnerável em Sinop é preso pela Polícia Civil em Marcelândia

Publicado

O autor de um crime de estupro de vulnerável teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na segunda-feira (18.11), em ação integrada da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso (DEDMCAI) de Sinop com apoio da Delegacia de Marcelândia.

O suspeito, F.M.Z., de 39 anos, teve o mandado de prisão expedido pela 2ª vara criminal de Sinop com base em investigações realizadas pela DEDMCAI que constataram o crime de estupro de vulnerável. Desde de que teve a ordem de prisão decretada, o acusado estava foragido.

Com informações de que o suspeito estava viajando em uma van em direção a cidade de Marcelândia, os policiais da DEDMCAI acionaram a equipe da Delegacia do município, comunicando sobre a ordem de prisão em aberto contra o investigado.

Os investigadores então pegaram a Rodovia e nas proximidades do Distrito de Atlântica conseguiram identificar e realizar a abordagem da van, em que o suspeito viajava. O procurado foi localizado no interior do veículo, onde foi dado cumprimento ao mandado de prisão.

Leia mais:  Nova Mutum:Homem tenta matar pastor ao ser expulso de igreja.

Após ter a ordem judicial cumprida, o suspeito foi conduzido a Delegacia de Marcelândia para as providências de praxe.

Fonte: Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Carreta roubada próximo a Nova Canaã do Norte é localizada em Carlinda

Publicado

A Polícia Militar de Carlinda recuperou ontem, quarta-feira (20), uma carreta Scania, T 113, azul, ano 94, que havia sido roubada próximo ao município de Nova Canaã do Norte no dia 19.

Conforme a PM de Carlinda, um morador acionou a polícia informando que durante a madrugada, alguém desconhecido estacionou a carreta em frente a sua residência. Porém, a carreta passou o dia no local e ninguém apareceu para retira-la, decidindo então acionar a polícia.

Em checagem realizada, foi constatado que a carreta se tratava de produto de roubo. Informações são de que no momento do roubo, a carreta estava carregada com 18 palets de cerveja.

Um dos homens detido ontem em após barreira polícial é apontado como o autor do roubo desta carreta.

A carreta foi encaminhada para à Delegacia Municipal de Alta Floresta.

Fonte: Redação Notícia Exata

Comentários Facebook
Leia mais:  Família espalha cartazes em cidades vizinhas em busca de criança desaparecida há quase um mês em MT.
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana