AGRONOTÍCIA

Dia da Natureza: ação alcança cerca de 300 pessoas

Publicado

Sustentabilidade

Dia da Natureza: ação alcança cerca de 300 pessoas

Comemoração contou com o apoio do Instituto Ação Verde

07/10/2019

Você sabia que Mato Grosso tem 65% de floresta em pé, que 45% dessa área estão em propriedades rurais e que a agricultura ocupa apenas 10% do território estadual?  Essas foram algumas das informações que a equipe de Sustentabilidade da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) levou à sociedade durante a ação que celebrou do Dia da Natureza, dia 04 de outubro, no Parque das Águas, em Cuiabá.

Além de informações sobre a preocupação que os produtores de soja e milho tem com cuidados e preservação da natureza, a equipe da Aprosoja Mato Grosso também fez doação de mudas de Ipês, brincadeiras interativas e entregas de brindes. Quem passou pelo parque também encontrou um ponto para tomar água e picolé. A comemoração contou com o apoio do Instituto Ação Verde.

“Ótimo, maravilhoso, boa iniciativa. Achei muito legal, estou levando três mudas pra plantar no sítio”, elogiou a cabeleireira Mari Brito, que caminhava no local.

Leia mais:  Justiça determina que Monsanto deposite integralmente em juízo royalties da tecnologia Intacta

A celebração reuniu colaboradores de diversas áreas da entidade, como marketing, financeiro, administrativo, defesa agrícola, política e logística e comunicação.  Conforme a gerente de sustentabilidade, Marlene Lima, o principal objetivo foi interagir e informar a sociedade sobre os cuidados que o produtor rural tem com a natureza.

“Fizemos essa ação para interagir com a sociedade no Parque das Águas, que é um local que as pessoas vão curtir a natureza. E nós levamos informações de produção de alimento, quanto temos de floresta em pé, que nós somos campeões a mais de 15 anos em reciclagem de latinha de alumínio e embalagens de defensivos. E é uma surpresa porque muitas pessoas não sabiam dessas informações. Foi muito bacana. Aproveito para agradecer todos os colaboradores que participaram junto com a equipe de sustentabilidade para que essa ação fosse possível”.  

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA
Comentários Facebook
publicidade

AGRONOTÍCIA

Mato Grosso lidera na produção de cereais no Brasil; safra de milho quadruplica em 11 anos.

Publicado

O estado de Mato Grosso lidera com 28,1% na produção de cereais, leguminosas e oleaginosas no Brasil em 2019 e o milho de segunda safra aumentou 4,4 vezes em 11 anos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados foram durante a Reunião Estadual de Estatísticas Agropecuárias de Mato Grosso (Reagro-MT).

Leia mais: Produção de soja em Mato Grosso deve fechar em 32 mi toneladas na safra 2018/2019

Os dados referentes a produção de cereais e leguminosas foram coletados entre janeiro e agosto deste ano. Depois de Mato Grosso, o estado que mais produziu foi o Paraná, com 15,3%, seguido do Rio Grande do Sul, do 14,4%. Já o estado com menor participação na produção é Roraima, com 0,1 %.

Em 2000, a participação de Mato Grosso era de 15%, enquanto em 2010 a porcentagem atingiu 19,3%. O Centro-Oeste, aliás, é a região que mais produziu estes produtos e tem uma taxa de 46,4% na participação, seguido pelo Sul com 32,5% e o Sudeste com 9,2%.

Leia mais:  Campanha de Prevenção em Incêndios Rurais realiza ações em 15 municípios

Quanto a produção de milho de segunda safra, entre 2008 e 2019, houve um aumento de aproximadamente 4,4 vezes. Enquanto em 2008 a produção atingiu 7.015.229 de toneladas, em 2019 o número chegou em 30.912.004 de toneladas, de acordo com a estimativa da safra 2018/2019. A área também aumentou ao longo dos 11 anos, de 1.655.035 hectares para 4.906.956 hectares.

Neste ano, o produto com maior produção na safra 2018/2019 é a soja, que deve fechar em 32.219.356 de toneladas. O milho é o produto que fica em segundo lugar, com o equivalente a 31.481.956 de toneladas. A cana-de-açúcar fecha o pódio com 23.438.907 de toneladas.

Fonte: José Lucas Salvani l Olhar Direto

Comentários Facebook
Continue lendo

AGRONOTÍCIA

Circuito Universitário 2019 discutirá aquecimento global

Publicado

Fortalecimento Institucional

Circuito Universitário 2019 discutirá aquecimento global

É a sexta edição do projeto

09/10/2019

“Aquecimento global, mito ou realidade?” Esse é o tema do Circuito Universitário 2019 realizado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT). Entre os dias 14 a 31 de outubro, o evento irá percorrer universidades públicas e privadas de nove municípios, com uma palestra do doutor em Geografia Física – área de climatologia antártica, Ricardo Felício.

O encontro é direcionado para acadêmicos do curso de agronomia e será realizado em duas etapas. Na semana de 14 a 17 o evento percorrerá os municípios de Diamantino, Nova Xavantina, Cuiabá, Várzea Grande e Campo Novo do Parecis. E de 28 a 31 passará por Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Tangará da Serra.

Este é o sexto ano consecutivo que a Aprosoja Mato Grosso realiza o evento. Presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antonio Galvan, explicou que o objetivo do Circuito Universitário é colaborar com a formação dos acadêmicos, através de palestras que despertem curiosidade e agucem o senso crítico dos participantes.   

Leia mais:  Justiça determina que Monsanto deposite integralmente em juízo royalties da tecnologia Intacta

“No ano passado falamos sobre defensivos agrícolas e esse ano vamos falar sobre climatologia, essa celeuma de aquecimento global, tem aquecimento, não tem? Então estamos trazendo um dos melhores nomes pra desmistificar, na versão dele que é de outras pessoas também, do que realmente é real sobre o aquecimento global. Convido todos os acadêmicos dos municípios por onde o Circuito vai passar, também dos municípios vizinhos, para que participe da palestra com o Ricardo Felício”, disse Galvan.

Palestrante – Ricardo Felício é bacharel cientista em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em meteorologia antártica pelo INPE, doutor em Geografia Física, área de climatologia antártica pela USP

Atualmente é Profº Dr. do Departamento de Geografia da USP atuando como climatologista e membro do Conselho Deliberativo da Sociedade Brasileira de Meteorologia. Participou das Operações Antárticas brasileiras XVIII e XX e trabalha divulgando a ciência meteorológica e climática, desmistificando as mudanças climáticas atribuídas ao homem e supostos problemas ambientais correlacionados.

 

Leia mais:  Carta aberta sobre incêndios em área rural

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

DATA

CIDADE

HORA

LOCAL

14/out

SEG

Diamantino

19h

FID – Faculdades Integradas de Diamantino

15/out

TER

Nova Xavantina

08h

UNEMAT

15/out

TER

São Vicente da Serra – Cbá

 

IFMT

16/out

QUA

Cuiabá – UFMT

14h30

Auditório Helmut Daltro

16/out

QUA

Cuiabá – Unic

19h

Auditório Unic Beira Rio I (estacionamento)

17/out

QUI

Cuiabá – Univag

08h

Auditório 2, bloco C

17/out

QUI

Campo Novo do Parecis

13h30

Câmara Municipal de Campo Novo do Parecis

         

28/out

SEG

Sinop

19h

Sindicato Rural de Sinop

29/out

TER

Lucas do Rio Verde

19h

Auditório da Faculdade La Salle

30/out

QUA

Nova Mutum

19h

Sindicato Rural de Nova Mutum

31/out

QUI

Tangará da Serra

19h

Indefinido  

         

 

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Fonte: APROSOJA
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana