Mato Grosso

Linha de ônibus trará peruanos para conhecer Mato Grosso através da Cordilheira dos Andes

Publicado

O Peru é um país da América Latina que ainda é pouco conhecido pelos brasileiros. Assim como Mato Grosso é um estado pouco conhecido pelos peruanos. Pensando em diminuir esta distância entre os dois povos e fomentar o turismo, o secretário adjunto de Turismo, Jefferson Preza Moreno, esteve reunido nesta segunda-feira (26.08) com o representante legal da empresa de transporte rodoviário Expresso Internacional Ormeño, Oscar Vásquez.

A empresa deve inaugurar um guichê na Estação Rodoviária de Cuiabá até o final deste ano e, desta forma, trará potenciais turistas peruanos e de outros Estados brasileiros.

“A empresa faz a maior rota do mundo, mais de 6 mil quilômetros de Lima, no Peru, até a cidade do Rio de Janeiro, há nove anos. Precisamos deste ponto de apoio em Mato Grosso”, explicou Vásquez.

Com o guichê na capital mato-grossense, viajantes poderão embarcar e desembarcar fomentando o turismo no Estado.

“Daremos o apoio necessário para que a empresa consiga se instalar em Cuiabá e também faremos a divulgação de nosso Estado por meio de materiais publicitários nos ônibus e nas agências de turismo peruanas”, afirmou Jefferson Moreno.

Leia mais:  Servidores recebem treinamento para eliminação de documentos

O Peru tem pontos turísticos conhecidos mundialmente, como Machu Pichu, e conta a história da civilização Inca, além de uma culinária excepcional. A rota da empresa Ormeño começa em Lima, capital peruana, passa por Cusco, Puerto Maldonado, e no Brasil passa pelos Estados do Acre, Rondônia e chega a Mato Grosso.

A passagem deverá custar por volta de R$ 600, de Cuiabá a Lima, e são quase quatro dias de viagem, mais de 4 mil quilômetros, passando pela Cordilheira dos Andes. Para ingressar no Peru, é necessário apenas o documento de identidade oficial com expedição inferior a dez anos.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Governo simplifica acesso de produtores e veterinários a guia de trânsito animal

Publicado

O Governo do Estado lançou nesta segunda-feira (04.11) a Guia de Trânsito Animal eletrônica. A medida vai permitir que produtores rurais possam realizar a operação de movimentação rodoviária de bovinos e bubalinos dentro do território mato-grossense, para finalidade de engorda e reprodução, da própria fazenda, sem a necessidade de se deslocar até uma unidade do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT).

A GTA eletrônica também facilitará que os médicos veterinários habilitados emitam a guia online  para abate e engorda de suínos, dentro do Estado.

“O nosso papel precisa ser o de desburocratizar, facilitar a vida do produtor, da população, de quem movimenta esse Estado. Essa é uma atitude simples, mas muito relevante para quem vive na atividade desse setor”, destacou o governador, lembrando que somente no ano passado foram mais de 700 mil GTAs emitidas no Estado.

“Isso significa dizer que essa foi a quantidade de atendimento, de pessoas que tiveram de procurar a nossa unidade do Indea, durante o horário comercial, durante cinco dias na semana, para que ele pudessse obter essa guia de transporte animal. É uma ação simples, mas impactante para facilitar a vida das pessoas, já que o setor produtivo não está limitado aos dias úteis e aos cinco dias da semana. Ele trabalha nos feriados, a noite se transporta e se produz. Ao criar esse mecanismo, nós estamos caminhando na missão que traçamos que é de simplificar, desburocratizar e fazer com que as ações sejam tratadas sob o âmbito digital, facilitando o serviço do governo e diminuindo o seu custo, mas acima de tudo, ajudando o cidadão”, destacou.

Leia mais:  Especialistas conversam com policiais militares sobre saúde psicológica

O secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, ressaltou que além de ser um anseio e um clamor de toda a classe produtora, o fato do produtor e do médico veterinário poderem emitir a guia de qualquer lugar, só precisando de acesso à internet, “vai reduzir a burocracia, com o viés que o governador tem implantado desde o início de janeiro de 2019, de simplificar o ambiente de negócio, para que o empreendedor, produtor e industrial venham para Mato Grosso e se mantenham aqui”.

Miranda fez questão de destacar que o sistema acompanha todas as normas nacionais e internacionais sanitárias, para dar segurança ao produtor e aos compradores dos produtores mato-grossenses.

A abertura desse procedimento fora da rede física do Indea somente foi possível em virtude da segurança oferecida pelo Sistema Informatizado, mantendo os aspectos relacionados à integridade dos registros frequentemente auditados por organismos internacionais, interessados na importação de produtos com procedência e certificação sanitária à altura de seus consumidores.

“Todo o setor produtivo está comemorando isso, essa mobilidade que ganhamos. Os pecuaristas terem essa possibilidade é uma desburocratização imensa. Essa era a nossa principal reclamação”, destacou a diretora-executiva da Acrimat, Daniela Bueno.

Leia mais:  Música e teatro são destaques da programação semanal

O vice-presidente da Famato, Francisco Castro, também ressaltou a importância dessa ação para o setor. “Estou feliz de chegar esse momento em Mato Grosso. Somos 93 sindicatos rurais à disposição para o pecuarista poder fazer sua guia e também para ele aprender. Temos o Senar também, que irá fazer esse trabalho de ajudar e ensinar o pecuarista. Vamos fazer isso com muito gosto, pois agora podemos emitir isso dentro da fazenda”, frisou.

Um dos pontos destacados pelo representante do Ministério da Agricultura, José de Assis, sobre a liberação dessa guia, foi a evolução do Indea e da política para o setor agrícola em Mato Grosso. “É uma satisfação acompanhar essa evolução e desenvolvimento do setor produtivo. Nós estamos caminhando para um processo em Mato Grosso de facilitar a vida do produtor. Isso nos tranquiliza e estamos avançando para novas conquistas”, pontuou.

Parceria

O sucesso desse trabalho é fruto de uma parceria entre o setor produtivo e o Governo. Entre os parceiros estão o Fundo Emergencial de Saúde Animal (Fesa-MT), Fundo de Sanidade e Desenvolvimento da Suinocultura (FSDS), Sindicato das Indústrias de Frigoríficos do Estado de Mato Grosso (SINDIFRIGO), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (FAMATO), Associação dos Criadores de Gado de Mato Grosso (ACRIMAT) e Associação Mato-grossense dos Criadores de Ovinos (OVINOMAT).

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Secel abre consulta pública para o Plano Estadual de Esporte e Lazer

Publicado

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) abriu consulta pública para construção do plano estadual que norteará as políticas públicas de esporte e lazer do Estado nos próximos anos. Os interessados em participar da formulação têm até o dia 1º de dezembro para apontar suas contribuições e comentários.  O Plano e o formulário de consulta estão disponíveis em: colab.esportes.mt.gov.br, uma plataforma criada para ampliar a participação social nos processos da pasta.

“O Plano Estadual de Esporte e Lazer é uma demanda desde 1999. E neste ano, nessa nova gestão, começamos a construí-lo. Elaboramos o documento, já enviamos para análise do Conselho Estadual do Desporto (Consed) e agora está disponível para receber sugestões externas. Após tudo isso,vamos ainda debatê-lo em audiência pública para que assim o plano seja finalizado e comece a ser implantado”, explica o secretário adjunto de Esporte e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho Neves.

Com foco na democratização de práticas esportivas e de lazer para toda a sociedade mato-grossense, o plano busca estabelecer avanços na criação de espaços de práticas esportivas e na valorização dos profissionais da área. Além disso, tem o objetivo de promover um debate sobre o esporte e lazer enquanto política pública, como direito de todo cidadão.

Leia mais:  Servidores recebem treinamento para eliminação de documentos

A proposta inicial do documento está dividida em sete eixos: esporte e educação, esporte de rendimento, iniciação esportiva, esporte de participação, esporte de inclusão, profissionais e estruturas de esporte e lazer. Os interessados também poderão sugerir alterações nas metas propostas no plano.

Para o titular da Secel, Allan Kardec, a construção do plano estadual simboliza um importante passo para democratizar o  acesso ao esporte e ao lazer, atendendo um anseio antigo da sociedade mato-grossense. 

“Pela primeira vez, Mato Grosso terá seu plano de esporte e lazer. Promover essa elaboração conjunta é um marco para nossa gestão. Essa consulta permite a participação de todos os segmentos de forma democrática e transparente. Junto com a sociedade, vamos construir políticas e ações de fomento e melhorias da cidadania esportiva e de lazer no Estado”, arremata Kardec.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana