Educação

MEC fará repasse para iniciar atendimento em hospital da Unifesp

Publicado

O Ministério da Educação (MEC) vai liberar, até o fim deste ano, R$ 900 mil, divididos em três parcelas de R$ 300 mil, para o Hospital Universitário 2 (HU2) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, os recursos viabilizarão o início dos atendimentos no hospital.

Com 16 mil metros quadrados (m²) de área construída, o HU2 tem 16 andares, onde funcionarão seis salas cirúrgicas, 120 consultórios, 25 leitos de internação e sete de recuperação pós-anestesia. De acordo com a Unifesp, trata-se de um importante espaço para a formação dos residentes médicos e multiprofissionais da universidade.

O hospital fará atendimentos à população pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

De 2015 até o ano passado, foram investidos R$ 65 milhões na construção e na compra de equipamentos. O hospital ficou pronto, mas ainda não começou a funcionar.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante apresentação do programa "Future-se".

O ministro da Educação, Abraham Weintraub – Arquivo/Agência Brasil

“Faltava um investimento final para o início das atividades, que acabou de ser viabilizado. São R$ 900 mil e, com isso, o HU2, vai poder iniciar o atendimento. Parabéns ao pagador de imposto, a gente vai ter mais um hospital em funcionamento, mais atendimento para você que está aí pagando por tudo isso”, afirmou Weintraub, que participou hoje (10) de encontro com superintendentes de hospitais universitários da Rede Ebserh – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares.

Os recursos serão provenientes do orçamento da Ebserh, que é uma empresa pública vinculada ao MEC. “São recursos que a Ebserh vai colocar de volta para o MEC”, explica o presidente da empresa, Oswaldo Ferreira.  “Como já estavam alocados em ações orçamentárias da Ebserh, serão disponibilizados para a secretaria correspondente [do MEC], para poder cumprir a tarefa de fazer funcionar um hospital.”

De acordo com a Unifesp, o HU2 funcionará em colaboração e parceria permanentes com o Hospital São Paulo e com a Escola Paulista de Medicina e Escola Paulista de Enfermagem.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Educação
Comentários Facebook
Leia mais:  Inep divulga gabarito do Encceja 2019
publicidade

Educação

Termina hoje o prazo para solicitar atendimento especializado no Enade

Publicado

Os estudantes concluintes dos cursos que serão avaliados no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019 têm até hoje (13) para solicitar atendimento especializado, específico ou por nome social, caso necessário. O pedido deverá ser feito pelo próprio estudante, por meio do Sistema Enade.

O atendimento especializado destina-se a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo e discalculia.

O atendimento específico é oferecido a gestantes, lactantes, idosos ou pessoa com outra condição específica. Já o atendimento por nome social aplica-se às pessoas que se identificam e querem ser reconhecidas socialmente em consonância com a sua identidade de gênero.

Questionário do Estudante

Todos os estudantes formandos nos cursos avaliados devem responder ao Questionário do Estudante até 21 de novembro. O documento, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), faz parte do processo avaliativo e o preenchimento é obrigatório. O formando que não preencher o formulário ficará irregular junto ao Enade e, mesmo que cumpra todas as outras obrigações do exame, não conseguirá colar grau.

Leia mais:  Encceja: termina nesta sexta-feira prazo para recursos

O Enade 2019 será aplicado no dia 24 de novembro. O exame é composto por uma prova para avaliação de desempenho dos estudantes e um Questionário do Estudante. No histórico escolar do estudante, ficará registrada a situação de regularidade em relação ao Enade.

Neste ano, o Enade avaliará os cursos das áreas de ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins; engenharias e arquitetura e urbanismo; e os cursos superiores de tecnologia nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Educação
Comentários Facebook
Continue lendo

Educação

Arte de alunos de Nova Iguaçu vai estampar uniformes escolares no Rio

Publicado

Três alunos do Ciep General Osório, de Nova Iguaçu, venceram o concurso para criação de uma logo para os novos uniformes da rede de ensino estadual do Rio.

A arte estampará 2,1 milhões de uniformes que serão distribuídos a 700 mil alunos de todo o estado em 2020. Será a primeira vez, em dez anos, que a rede estadual de educação vai distribuir uniformes a seus alunos.

A equipe vencedora, formada pelos alunos do ensino médio José Nascimento, Kellytha dos Santos e Vitor Paiva, foi recebida hoje (12) pelo governador Wilson Witzel e pelo secretário de Educação, Pedro Fernandes. Witzel prometeu um prêmio extra aos estudantes: uma viagem a Miami (EUA), onde conhecerão empresas do setor de design.

Governador do Rio, Wilson Witzel, recebe os alunos do Ciep Nova Iguaçu, vencedores do concurso da nova logo que vai estampar os uniformes escolares no próximo ano

Governador do Rio, Wilson Witzel, recebe os alunos do Ciep Nova Iguaçu, vencedores do concurso da nova logo que vai estampar os uniformes escolares no próximo ano – Paulo Fernando/Secretaria de Educação do Rio

A diretora do CIEP General Osório, Leandra Aleixo Nunes, disse que todos ficaram emocionados com a vitória dos alunos. “A gente ficou sem palavras, porque é todo um trabalho desenvolvido com eles. Vibramos muito até porque a escola inteira participou pedindo curtições. Todo mundo envolvido, os professores, a família. Todos pedindo voto”.

Leia mais:  Encceja será no domingo; veja como consultar locais de prova

O prêmio extra anunciado pelo governador pegou a todos de surpresa, disse Leandra. A diretora aguarda contato da secretaria para formalizar a viagem dos estudantes.

A logo vencedora foi escolhida em votação que mobilizou 217 mil pessoas nas redes sociais da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc). A equipe vencedora recebeu 9.719 curtidas – o equivalente a 23% do total de votos. O concurso sobre o tema Juventude pela Paz nas Escolas foi realizado entre os dias 2 e 10 deste mês, na rede estadual de ensino.

Reconhecimento

José Nascimento, 19 anos, aluno da 1ª série do ensino médio no CIEP General Osório, é o autor da ideia que os colegas Kellytha e Vitor reproduziram no computador. “Nós tivemos ajuda dos professores e do pessoal da escola”, disse à Agência Brasil.

Segundo ele, a equipe pensou em conjunto como poderia traduzir o tema do concurso em uma logo para ser usada nos uniformes da rede pública. “É muito gratificante saber que o trabalho vai ser reconhecido daqui a meses. Todas as escolas vão ter esse trabalho nas camisas. É bom porque é um trabalho que vai ser reconhecido pelo povo, não só pelos alunos, mas pelos diretores, pelos professores, toda a rede estadual de escolas. É muito gratificante”, reforçou.

Leia mais:  No Rio, Ana Maria Machado encerra projeto Bienal Vai às Escolas

O estudante acredita também que a vitória pode estimulá-los a seguir a carreira de designer. Por enquanto, o sonho do estudante é trabalhar na área de segurança. “Uma carreira básica”, definiu.

O secretário de estado de Educação, Pedro Fernandes, agradeceu a todas as escolas que participaram do processo e parabenizou os moradores de Nova Iguaçu e, em especial, os alunos vencedores.

“Ano que vem, serão 2,1 milhões de novos uniformes distribuídos para os nossos alunos, com a logo que vocês escolheram”, afirmou.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Educação
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana