Matupá

Advogado, tenente da PM e um terceiro investigado são presos por envolvimento em furto de avião em Matupá.

Publicado

A Polícia Civil acabada de confirmar que um advogado, um tenente da polícia militar de Peixoto de Azevedo e uma terceira pessoa foram presos acusados de envolvimento no furto do avião Cessna Aircraft 182, prefixo PT-JAX, em Matupá. As identidades deles ainda não foram confirmadas.

Nos dias 13 e 14 deste mês, a polícia também prendeu outros dois envolvido com o crime. Os mandados judiciais foram expedidos pela Vara Única de Matupá, com base em investigações da Polícia Civil coordenadas pela delegada Juliana Rado, que confirmou que o suspeito preso é um dos pilotos do avião.

A aeronave foi furtada do aeroporto de Matupá no 21 de abril (feriado). Os criminosos estouraram o cadeado com a corrente que estava na hélice e também furtaram mais de 3 mil litros de querosene do posto de abastecimento.

Já o avião foi encontrado por policias com apoio do helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Sorriso no dia 24 passado, em mata entre os municípios de Terra Nova do Norte e Nova Guarita (156 e 200 quilômetros de Sinop, respectivamente). A aeronave caiu, ficou muito danificada. Não houve vítima fatal na queda e os ocupantes da aeronave fugiram.

Em instantes, mais detalhes

Só Notícias/Cleber Romero

Comentários Facebook
publicidade

Matupá

MP recomenda exoneração de secretária-adjunta e servidores em Matupá

Publicado

A Promotoria de Justiça de Matupá recomendou ao prefeito do município, Marcos Icassatti Porte, que exonere no prazo de cinco dias uma servidora do cargo de secretária-adjunta da Secretaria Municipal de Obras, Urbanismo e Transportes, por nepotismo. Conforme denúncia recebida pelo Ministério Público, a servidora nomeada pela Portaria nº 9083/2021 é esposa de um fiscal de tributos rodoviários do município.

A notificação expedida pelo MPMT também recomenda que sejam exonerados, no mesmo prazo, “todos os servidores comissionados que sejam parentes, consanguíneos ou afins, até o terceiro grau, do Prefeito, Vice-prefeito, Secretários e Dirigentes das Entidades Administrativas, além de Vereadores, ou de servidores, da mesma pessoa jurídica, investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento”.

Por último, o MPMT orienta que o Poder Executivo Municipal exija o preenchimento de uma declaração pelos ocupantes de cargo comissionado ou provido por forma diversa do concurso público/teste seletivo atestando que não detêm os parentescos relatados acima.

A promotora de Justiça Rebeca Santana Rêgo considerou que “a nomeação, designação ou manutenção em cargo, emprego ou função comissionados ou de confiança de pessoa que possui parentesco com agente político do mesmo Poder ou de outro, na mesma esfera federativa, como sói ocorrer dentro do âmbito do Município, viola os princípios norteadores da Administração Pública, configurando ato de improbidade administrativa”.

Ainda conforme a promotora, “a proibição de nomear ou designar parentes para cargos comissionados ou de confiança, assim como a respectiva manutenção, nasce diretamente da Constituição Federal, notadamente dos princípios constitucionais da moralidade e impessoalidade”.

A notificação recomendatória foi recebida pela Prefeitura de Matupá na segunda-feira (26).

Fonte: Ana Luiza Anache/Assessoria MPE – Foto: Reprodução

Comentários Facebook
Continue lendo

Matupá

Suspeito de tentativa de homicídio troca tiro com Força Tática e morre em Matupá.

Publicado

Ontem (26), por volta das 11h00min, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de tentativa de homicídio, na rua 06, do bairro União, onde segundo populares um indivíduo com alcunha de Promoteus teria realizado alguns disparos de arma de fogo contra a pessoa de Francisco Tiago  (vulgo Cirilo).

Diante destas informações a guarnição de Polícia Militar de Matupá esteve presente no local onde verificou a veracidade dos fatos e realizou a coleta de novas informações sobre o paradeiro do autor do crime.

Concomitante, fora acionado a equipe de Força Tática e a guarnição PM de Peixoto de Azevedo-MT onde fora intensificada as diligências.

Durante as diligências a equipe de Força Tática recebeu a informação de que o suspeito do crime estaria omiziado em uma residência na zona rural, na linha do cemitério. Que durante as buscas e varreduras a uma residência o suspeito veio a entrar em confronto com a equipe de Força Tática, onde fora prestado os primeiros socorros, mais infelizmente acabou vindo a óbito, o suspeito estava na posse de uma arma de fogo cal.38 com 04 (quatro) munições intactas.

Vale ressaltar que ambos envolvidos na ocorrência são contumazes na prática de diversos crimes no município de Matupá e região.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana