Mato Grosso

Alunos aprendem a preservar a natureza com aulas práticas de química

Publicado

Alunos do 1º ano do ensino médio da Escola Estadual Oscar Soares, localizada no município de Juara (709 quilômetros a médio-norte de Cuiabá), participaram do Projeto Experimentos Laboratoriais da disciplina de química. O objetivo do projeto é conscientizar os estudantes sobre a preservação da natureza, com a realização de experimentos que colocam em prática, no laboratório de ciências, o que eles aprendem na sala de aula.

Segundo o responsável pelo projeto, o professor de química Luiz Eduardo de Brito Corrêa, os estudantes desenvolveram várias atividades trabalhando com a decantação, destilação, filtração, peneiração, mistura cristalina, sifonação e separação magnética do que é encontrado nas recicladoras de lixo.

“A identificação das características de uma mistura e o entendimento de suas propriedades possibilitam desenvolver procedimentos que atendam a várias necessidades de preservação ambiental e saneamento básico”, destaca. “Temos como exemplo a utilização de água de reuso em períodos de estiagem, como o que vivemos agora”, completou.

Além disso, os alunos aprenderam a argumentar e apresentar justificativas diante de informações ou problemas relacionados à química. “Esse trabalho foi importante, pois teve a teoria complementada com a prática e aprendizagem ficou mais interessante”, afirmou o professor que disse ter se surpreendido com a quantidade de alunos dentro do laboratório.

Leia mais:  MTI abre seleção para jovem aprendiz; veja como se inscrever

As alunas Joyce Ellen dos Santos e Alexia Rech escolheram trabalhar com a destilação simples, usando sal e água. Para obter êxito, elas buscaram livros para pesquisar e conseguiram fazer o trabalho obtendo elogio.

“Fizemos um trabalho em grupo, mas o desempenho de cada um também contou. Alguns grupos tiveram dificuldades, mas no final, todos conseguiram fazer seus experimentos”, disseram as alunas. O professor Luiz Eduardo adianta que todos os trabalhos serão apresentados à comunidade escolar no final do quarto bimestre. 

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Conselho aprova mesmas regras federais para servidores do estado

Publicado

O Conselho da Previdência de Mato Grosso aprovou o envio à Assembleia Legislativa da Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que prevê mudanças nas regras de concessão de aposentadorias dos servidores estadua, seguindo a reforma nacional. A reunião aconteceu na manhã desta terça-feira (14.01), no Palácio Paiaguás.

O objetivo é atender à exigência legal de implementação da reforma da previdência estadual até 1º de agosto de 2020. Cabe aos deputados estaduais a análise e possíveis mudanças no texto enviado pelo Executivo.

Conforme o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, é necessário um esforço conjunto para que as novas regras sejam aprovadas o mais breve possível, cumprindo com as exigências nacionais. “O Conselho aprovou o texto. Agora, as discussões sobre a PEC serão feitas pela Assembleia, que é a casa dos grandes debates. Depois de aprovadas as novas regras, vamos elaborar um plano de custeio do MT Prev”.

O presidente do Mato Grosso Previdência, Elliton de Oliveira Souza, ressaltou o crescente déficit financeiro da previdência, que ultrapassou o valor de R$ 1,3 bilhão em 2019. “O déficit só tende a crescer com as regras atuais, e temos que equalizar isso. Tudo que arrecadamos com as contribuições dos servidores, e com a contribuição patronal, não é suficiente, e temos retirado dinheiro do caixa do Estado para cobrir isso”, conta. 

Leia mais:  MTI abre seleção para jovem aprendiz; veja como se inscrever

“Com aprovação do texto base, agora os deputados irão se debruçar em cima do documento, para após isso, sabermos quais os números exatos para adequarmos o cálculo atuarial em relação a aquilo que foi aprovado. Vamos tentar dar sustentabilidade para os aposentados, e para as futuras gerações de funcionários públicos que terão que se aposentar”, explica o procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira.

Ele aponta que mesmo o Ministério Público, que hoje tem a sua previdência com superávit, deverá ter dificuldade para pagar os aposentados no futuro, portanto, vê a necessidade da reforma. “Todos os Poderes, e o Ministério Público que é um órgão de controle, temos que unir essas vidas para ter uma previdência única que possa dar sustentabilidade em relação à previdência do futuro”, afirma o procurador-geral. 

A proposta foi aprovada por sete votos favoráveis, contra cinco. Esta foi a reunião de continuação da 11º reunião do Conselho de Previdência, que foi suspensa para análise da proposta após pedido de vistas de conselhiros. O Conselho é o órgão de deliberação superior da Previdência Estadual, que tem a finalidade de assegurar o regime de previdência de caráter contributivo e solidário, garantindo o equilíbrio financeiro e atuarial.

Leia mais:  Força Tática apreende 196 tabletes de maconha em bairro de Cuiabá
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Sesp deflagra operação e prende 17 suspeitos de homicídio, tráfico de drogas e roubos e furtos

Publicado

As forças de segurança cumpriram, em três dias, 17 mandados de prisão contra suspeitos de agir criminalmente no Norte do Estado. O resultado faz parte da “Operação Salutem”, deflagrada na quinta-feira (09.01) no município de Sinop (a 500 km ao Norte de Cuiabá) e região. As ações seguiram até sábado (11.01) e aconteceram simultaneamente em 10 cidades.

As prisões foram cumpridas contra suspeitos de delitos criminais de homicídio, roubo, furto e tráfico de drogas. Ainda no período foram registrados 44 Boletins de Ocorrências, 75 pessoas foram conduzidas para a delegacia, dois veículos foram recuperados e duas armas de fogo foram apreendidas.

Também no período foram contabilizadas 106 notificações de trânsito, 49 veículos e drogas foram apreendidos, dentre eles, 199 adesivos de LSD. A operação foi deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Integração Operacional (Saiop).

Além de Sinop, as ações policiais contemplaram as cidades Tapurah, Itanhangá, Feliz Natal, Sorriso, Nova Ubiratã, União do Sul, Santa Carmem, Cláudia, Ipiranga do Norte e Vera.

Leia mais:  Profissionais são indispensáveis na política de educação e não medem esforços

O secretário da Saiop, coronel PM Victor Fortes, destaca que a primeira operação do ano surtiu efeito positivo para a população da região.

“A prisão dos suspeitos é importante para proporcionar a sensação de segurança para a sociedade. Unimos as nossas forças policiais junto com outros órgãos, federais e municipais, para realizarmos um trabalho amplo na repressão e prevenção da criminalidade. Nossas ações se concentraram nas áreas centrais dos municípios e também na zona rural e periferia”.

Participam da operação profissionais da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Politec, Detran, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Sistema Penitenciário, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Prefeitura de Sinop.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana