Brasil

Carregamento com 3,2 milhões de doses da Pfizer chega ao Brasil

Publicado

Chegarou hoje (15) ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), um carregamento com 3,2 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer. Ontem (14), o laboratório norte-americano já havia feito a entrega de 912,6 mil doses. A previsão é de que até o próximo domingo (17), desembarquem no Brasil mais 10 milhões de doses do imunizante.

 

Os lotes fazem parte do contrato assinado com o Ministério da Saúde para fornecimento de 100 milhões de doses da vacina até dezembro. A farmacêutica já fez a entrega de 100 milhões de doses previstas no primeiro termo assinado com o governo brasileiro.

 

O Ministério da Saúde já distribuiu 310,5 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus de quatro laboratórios para serem aplicadas em todo o país. Ontem, o Brasil atingiu a marca de 100 milhões de pessoas completamente imunizadas contra a covid-19 com duas doses ou dose única.

 

Fonte: Agência Brasil

Comentários Facebook
publicidade

Brasil

Marília Mendonça morre em queda de avião em Minas Gerais

Publicado

“Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-pilto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos.”, informou em nota a assessoria da cantora.

 

“Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-pilto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos.”, informou em nota a assessoria de imprensa a cantora.

 

Os bombeiros também confirmaram a morte através da seguinte nota: “O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais.”

 

A cantora nasceu em Cristianópolis (GO) em 22 de julho de 1995. Ela surgiu como ícone do “feminejo” em 2016, com sucessos como “Infiel” e “Eu sei de cor”. Antes, ela já era compositora de sucessos do sertanejo.

 

A aeronave era um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros. Segundo a Anac, o avião está em situação regular e tem autorização para fazer táxi aéreo.

 

Antes de embarcar fez um vídeo em que aparecia entrando no avião e publicou no Twitter.

 

Informações da assessoria de imprensa

Por volta das 16h30, o g1 procurou a assessora de imprensa de Marília Mendonça, que confirmou o acidente mas informou que a cantora e todos que estavam no avião já teriam sido resgatados e que estavam bem.

 

O Corpo de Bombeiros não confirmou a informação da assessoria de que todos haviam sido resgatados. Por volta das 16h50, o g1 voltou a procurar a assessoria de imprensa, que reafirmou a informação de que todos tinham sido resgatados e estavam bem.

 

Por volta das 17h15, o g1 voltou a procurar a assessora da cantora. Neste momento, ela disse que não estava mais conseguindo falar com o empresário da cantora que havia passado as informações iniciais. Depois, o corpo de bombeiros informou em nota oficial que a cantora havia morrido.

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasil

Barbudo defende garimpos legais e denuncia queima de maquinário.

Publicado

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) defendeu durante reunião da bancada federal com o governador Mauro Mendes e seu secretariado a continuidade de garimpos legais em Mato Grosso. O parlamentar aproveitou a ocasião para criticar a ação do Governo em queimar maquinário em operações realizadas desde 2019.

Barbudo também questionou Mendes e a secretária de Estado do Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, sobre o modus operandi de uma pasta que, supostamente, deveria proteger o ecossistema. “Eu vi a própria Sema colocar fogo em maquinário e este fogo entrou mata adentro, deixando óleo diesel no chão, vazando para todos os lados. Eu acho isso uma aberração. A própria Sema contaminar o solo, subsolo e o ar? Nós não queríamos que isso acontecesse”, afirmou.

A titular da pasta chegou a rebater Barbudo durante o encontro que a “inutilização” ocorreu em pequena proporção e que esta forma de agir é realizada em poucos casos, quando o local é de difícil acesso e, portanto, difícil retirada do equipamento. Barbudo, no entanto, não concordou.

“Eu vi locais que a máquina poderia sim ser levada para o município e não ser queimada. Não estou dizendo que a senhora [Mauren] ou o governador utilizem a queima como política de gestão e eu acredito que a Sema tenha que atuar onde haja ilegalidades. Mas a queima não pode ser permitida, mesmo em local de difícil retirada da máquina. Vamos colocar uma maneira diferente de inutilizar: tira a bomba injetora, por exemplo. E quando a pessoa for reincidente, vamos melhorar a lei para que sofra punição severa.

O parlamentar também reforçou que não defende nenhuma ilegalidade. “Eu não estou defendendo garimpo ilegal e não estou defendendo desmatamento ilegal. Eu só quero saber como que a senhora me responde que está cometendo três crimes ao queimar uma máquina: poluição do ar, poluição do solo e poluição do subsolo? Fica difícil a gente defender o Governo. Eu gostaria de pedir, porque eu sou cobrado e atuo muito junto aos garimpeiros e aos madeireiros, não existisse mais a queima. Gostaria de ter queima zero. Vamos dar um jeito de retirar o maquinário sem queimar. Um crime não pode justificar o outro”, completou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana