Mato Grosso

Comissão especial da ALMT pede volta às aulas após julho

Publicado

Durante a primeira reunião de forma remota, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, a Comissão Especial que vai discutir a retomada das atividades escolares nas redes públicas estadual e municipal, suspensas como forma de prevenção à transmissão do novo coronavírus (Covid-19), sugeriram que a volta às aulas precisa acontecer após o mês de julho.

Durante a reunião de instalação, os membros da comissão externaram preocupação em relação à preservação da vida e da saúde dos profissionais da educação, dos estudantes e de seus familiares. Por esse motivo, posicionaram-se contrários ao retorno das aulas ainda no primeiro semestre do ano e defenderam que seja analisada a possibilidade de retomada das atividades no segundo semestre.

“Esquece esse semestre. Há tempo para tudo. Agora é tempo de recolhimento. Qual pai e qual mãe vai mandar seus filhos para a escola? Vamos começar a nos preocupar com isso a partir da segunda quinzena de julho. Não podemos expor as crianças. Temos que ter responsabilidade”, declarou o deputado estadual Wilson Santos (PSDB).

A comissão se reunirá todas as segundas-feiras, às 14h, e será presidida pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT), tendo como membros os demais deputados que compõem a Comissão Permanente de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto, bem como representantes do Ministério Público do Estado, do Tribunal de Contas do Estado, da Associação Mato-grossense dos Municípios, da União dos Dirigentes Municipais de Educação, da Secretaria de Estado de Educação, da Secretaria de Estado de Saúde e do Sindicado dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, transmitiu à comissão a preocupação dos prefeitos de Mato Grosso. “Neste momento retornar as aulas seria jogar fora tudo o que foi feito desde o início. A maioria dos prefeitos não concorda com retorno das atividades escolares nos próximos dois meses. Gostaríamos de discutir o assunto a partir do mês de julho”.

Neurilan também pediu que o retorno das aulas nas redes estadual e municipal de ensino seja tratado de forma conjunta pela comissão e sugeriu a formação de subcomissões para analisar dados científicos relacionados à disseminação do vírus, bem como medidas a serem adotadas nas escolas referentes a questões sanitárias, legais, jurídicas e contábeis, como a contratação de profissionais para substituir os que fazem parte do grupo de risco.

O promotor de Justiça Miguel Slhessarenko Junior concordou que as discussões devem levar em consideração as redes municipal e estadual de ensino e afirmou que o Ministério Público Estadual também entende não haver condições para retorno das aulas no primeiro semestre.

O vice-presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) de Mato Grosso, Eduardo Ferreira da Silva, salientou a necessidade de alinhar o cumprimento do calendário escolar à estrutura ofertada nas escolas. Já o presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), Valdeir Pereira, criticou a decisão do município de Sinop, que determinou o retorno às aulas na semana passada.

Evolução de casos em MT – O deputado Lúdio Cabral (PT) apresentou levantamento feito por ele a partir de dados relativos ao avanço dos casos de Coronavírus em Mato Grosso e no Brasil. Entre as diversas informações destacadas pelo parlamentar, está a constatação de semelhança de comportamento das curvas nacional e estadual no que se refere ao número total de casos por milhão de habitantes registrado dia a dia. O fato, segundo ele, permite fazer uma projeção do que poderá acontecer em Mato Grosso nos próximos dias, caso seja mantida a taxa média semanal de crescimento.

Ainda conforme o deputado, se for mantida a taxa de crescimento da ocupação de leitos do SUS registrada nos últimos 10 dias em Mato Grosso, a expectativa é que 100% dos leitos estejam ocupados até o dia 25 de maio. “Tudo o que vai acontecer sofre influência direta do grau de isolamento social que estamos observando em nosso estado”, observou.

Seduc – A secretária-adjunta de Gestão Educacional da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Rosa Maria Luzardo, afirmou que o governo vem realizando ações para se adequar à realidade do momento e minimizar os prejuízos gerados aos alunos, como a implantação de uma plataforma digital para que os estudantes possam dar prosseguimento aos estudos. Por fim, garantiu que todas as discussões referentes ao calendário escolar serão feitas de maneira transparente com a comissão.

 

Por Olhar Direto

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Bimotor com 450 kg de cocaína é interceptado pela FAB e pousa em MT

Publicado

Uma aeronave monomotor, modelo EMB-720 Minuano, foi interceptada em ação conjunta da Força Aérea Brasileira (FAB) e a Polícia Federal (PF), ontem domingo (2). As informações foram levantadas pelo setor de inteligência e então foram usadas quatro caças da FAB a apreensão do veículo e cocaína.

Conforme a FAB, o monomotor foi escoltado até o pouso obrigatório em Rondonópolis (MT), onde houve a abordagem e 450 kg de cocaína foram apreendidos. Os pilotos que estavam no interior da aeronave foram presos em flagrante.

Na segunda ação, um bimotor B-58 Baron foi interceptado também na capital sul-mato-grossense, sendo orientado a pousar em Três Lagoas, na região leste do estado. O bimotor não cumpriu as ordens e tentou fuga, porém, foi localizado no município de Ivinhena, com cerca de 700 kg de cocaína a bordo.

A FAB informou que as ações fazem parte da Operação Ostium, deflagrada para coibir ilícitos transfronteiriços. Para a ação, além das quatro caças A-29 Super Tucano da FAB e um E-99, também houve esforço de todo o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA).

 

Fonte: G1 – Foto: FAB/Divulgação

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Serviços mais procurados no Detran-MT estão disponíveis online

Publicado

Dois dos serviços mais procurados da área de Veículos e Habilitação no Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) estão disponíveis de forma online para o cidadão: o Licenciamento Anual do veículo e a renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Na área de Veículos, o serviço de Licenciamento Anual representa 45% da demanda da Diretoria, se comparado aos demais serviços como vistoria veicular, emplacamento, transferência de propriedade, comunicação de venda e outros.

Já na Diretoria de Habilitação, o serviço de renovação da CNH corresponde a 66% da demanda, dentre os serviços de primeira habilitação, mudança de categoria, segunda via de CNH, Permissão Internacional para Dirigir (PID), troca da CNH provisória para a definitiva, e demais serviços.

Conforme o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, o foco da atual gestão é modernizar todos os procedimentos da Autarquia com o objetivo de facilitar a vida do cidadão e levar serviços de agilidade e qualidade aos usuários.

Saiba como realizar a impressão do Licenciamento Anual do Veículo e a renovação da CNH de forma online:

Licenciamento em papel A4

O proprietário do veículo, após quitar todos os débitos (IPVA, Taxa de Licenciamento, Seguro DPVAT, dívida ativa e possíveis multas), deve acessar o site do Detran-MT (www.detran.mt.gov.br) e digitar os dados do veículo, como placa e Renavam, na opção “Consulte Seu Veículo”.

Na sequência, vai abrir uma página contendo todas as informações do veículo e a opção “Clique Aqui para Imprimir o CRLV Digital”. Ao clicar, o modelo para impressão A4 irá aparecer na tela para impressão. O procedimento pode ser feito em qualquer lugar em que o cidadão tiver acesso à internet e impressora.

A nova versão do Licenciamento está disponível no site do Detran-MT e tem caráter definitivo. O conhecido “verdinho” não será mais impresso em papel moeda pela Autarquia no Estado, sendo disponível apenas esse novo modelo do documento.

Segurança do documento

Os proprietários de veículos podem ficar tranquilos quanto à autenticidade do novo modelo do documento, uma vez que este tem o mesmo valor jurídico e a segurança garantida por QR Code, que está ligado a base nacional de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Ou seja, o cidadão ao ser parado em alguma fiscalização de trânsito poderá apresentar o documento com tranquilidade, pois o mesmo será aceito pelo agente de trânsito, que irá checar a veracidade do documento através do QR Code.

Segunda via

Com o documento impresso em papel A4 não será mais necessário pedir a segunda via do Licenciamento. Caso o proprietário do veículo tenha sofrido extravio, furto ou roubo do documento, basta imprimir a segunda via em qualquer lugar em que tenha acesso à internet e impressora, sem custos adicionais.

Renovação online da CNH

Há pouco mais de um mês o Governo do Estado também disponibilizou o serviço de renovação online da CNH através do aplicativo MT Cidadão.

O cidadão, além de fazer todo o procedimento pelo aplicativo, ainda tem a opção de receber o seu novo documento através dos Correios.

Para abrir o processo de renovação de CNH pelo aplicativo o condutor não poderá possuir impedimentos e/ou bloqueios em sua CNH, bem como estar dentro de um prazo máximo de 180 dias próximo ao vencimento do documento.

Como renovar

Para realizar o serviço, o cidadão deve entrar na loja playstore da Google e procurar pelo aplicativo MT Cidadão. Após baixar e fazer o cadastro, o usuário deve acessar a sua conta, ir em “Meus Documentos” depois em “CNH” e irá aparecer seu nome, categoria da sua CNH, validade, número de registro e quantidade de pontos.

Logo abaixo, na guia “Solicitações”, deverá escolher a opção desejada, no caso específico, “Renovação da CNH”.

Ao clicar em “Renovação”, deve conferir seus dados, escolher a unidade do Detran-MT para abrir o processo de renovação e se deseja pegar a CNH na unidade escolhida ou receber pelos correios. O aproveitamento da imagem será feito automaticamente.

Após confirmação, será aberto um campo para a emissão do boleto para pagamento da taxa de renovação da CNH, que é de R$ 132,36.

Com o pagamento da taxa o condutor deverá comparecer a Clínica Médica indicada no RENACH para realizar os procedimentos do exame de aptidão física e mental.

No próprio aplicativo MT Cidadão o condutor poderá consultar o status de auditoria e emissão da sua CNH e aguardar a entrega pelos correios, caso tenha optado pelo o envio do documento em casa.

 

Fonte: Lidiana Cuiabano Detran-MT – Foto: Divulgação

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana