Mato Grosso

Dados preliminares apontam 155 alunos de Escolas Militares Tiradentes aprovados em universidades públicas

Publicado

Dados preliminares apontam que 155 estudantes de Escolas Estaduais Militares Tiradentes mato-grossenses que fizeram o Enem 2019 foram aprovados em universidades públicas como Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), entre outras.

Somente da Escola Tiradentes de Cuiabá o primeiro levantamento apontou 100 aprovações em cursos como Medicina, Direito, Engenharia Civil, Ciências da Computação, entre outros.

Na Escola Tiradentes ‘Celso Henrique de Souza Martins’, sediada em Nova Mutum(264 km de Cuiabá), por exemplo, a aprovação foi de 94.44%, dos 18 alunos que concluíram o ensino médio 17 estão ingressando em universidades.  

Percentual similar de aprovação teve a Escola Tiradentes ‘Cabo Israel Wesley Prado de Almeida’, de Juara(a 709 km de Cuiabá). Lá, dos 16 alunos que concluíram o “terceirão”, 15 foram aprovados. O estudante não aprovado só ficou de fora, apesar da pontuação alta, porque sua única opção é medicina.

Os dados são preliminares e foram disponibilizados pela Diretoria de Ensino e Pesquisa (Deip) da Polícia Militar. Mas como não existe um sistema de monitoramento e controle automático das aprovações, os números devem aumentar na medida em que as escolas recebem informações sobre os alunos aprovados em levantamentos próprios.

Mato Grosso tem sete Escolas Militares Estaduais Tiradentes em funcionamento. Uma delas, a de Rondonópolis, instalada ano passado, ainda não oferece o ensino médio. Já Tiradentes de Lucas do Rio Verde forma a primeira turma do ensino médio somente em 2021.

Na avaliação do diretor interino das Escolas Tiradentes, tenente-coronel Wellington Prado de Campos, os números são positivos e resultado da parceria entre a PM e a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), somado ao compromisso dos professores e policiais militares que se dedicam ao ensino nessas escolas. Ele também citou a adesão dos alunos e pais ao modelo de ensino que têm a disciplina como um dos princípios.

Aula inaugural

Nesta segunda-feira (10.02) cerca de 2.900 estudantes voltam às aulas nas sete Escolas Militares Estaduais Tiradentes de Mato Grosso. Em Cuiabá, onde está sediada a mais antiga e maior unidade, com 1.100 alunos, a aula inaugural terá como palestrante o comandante da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis.

Na abertura, às 15hs, no auditório do Tribunal de Contas, o coronel Assis abordará o tema: ‘Escolas Militares, Caminhos e Possibilidades’. O evento reunirá estudantes, professores e autoridades militares e civis.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Governo apresenta Projeto de Lei de gestão patrimonial enviado para a Assembleia

Publicado

O Governo do Estado realizou uma audiência pública nesta segunda-feira (10) com representantes de sindicatos, associações e igrejas, para esclarecer pontos do Projeto de Lei que enviou à Assembleia Legislativa e que irá regulamentar as cessões, doações, concessões, alienações e que criará regras de transição para quem já recebeu terrenos públicos do Estado.

O Projeto de Lei que está tramitando na Assembleia irá disciplinar de forma organizada e sistemática todos os instrumentos jurídicos utilizados para a gestão patrimonial dos bens públicos da administração, inclusive, os que foram doados através de atos administrativos, e hoje são alvo de ações judiciais.

O Estado de Mato Grosso tem atualmente 33 imóveis que foram doados ou cedidos de forma irregular, e a nova legislação virá para regulamentar estas situações. Mas o governador Mauro Mendes deixou claro durante a audiência que o intuito não é prejudicar essas entidades, que em sua maioria já fizeram investimentos nos imóveis.

“Criamos regras de transição para que nenhuma dessas entidades tenham prejuízos daquilo que foi investido nesses terrenos. Criamos mecanismos para resolver essas situações que estão postas”, disse.

De acordo com o titular da Seplag, Basílio Bezerra, o Projeto de Lei nº 26/2020 visa regulamentar toda a movimentação do patrimônio público, incluindo bens móveis e imóveis e aqueles que são objetos de doações e cessões.

“Estamos trazendo critérios para que daqui pra frente isso seja feito de forma transparente e republicana e, principalmente, com muita robustez jurídica para que mais adiante essas cessões ou doações não sejam alvos de questionamentos”, disse.

Para o presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sinjusmat), Rosenwal Rodrigues, a iniciativa do governo em chamar as entidades para comunicar sobre o envio do PL à Assembleia foi muito positiva.

“Nós fizemos um investimento muito alto em nossas sedes e hoje estamos sendo alvo de ações judiciais e isso tem nos causado muita insegurança em continuar investindo nesses locais. Mas o governo de maneira inteligente se antecipou, conversou com o Ministério Público e enviou esse PL na busca de regulamentar essas situações”, elogiou.

Atualmente não há ordenamento jurídico que reúna todos os instrumentos jurídicos utilizados para a gestão patrimonial de bens públicos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Secretaria de Infraestrutura e Logística não terá expediente nesta sexta-feira (14)

Publicado

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) informa que nesta sexta-feira (14.02) não haverá expediente em virtude de manutenção na rede elétrica do prédio.

O atendimento retorna normalmente na próxima segunda-feira (17.02), das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. A Sinfra está localizada na Avenida Dr. Hélio Hermínio Ribeiro Torquato da Silva, S/N – Centro Político Administrativo, Cuiabá – MT.

Mais informações: (65) 3613-0555/0556

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana