Mulher

Despedidas precisam ser breves – para o seu bem e para o bem do seu filho

Publicado

Toda mãe que deixa o filho novinho na escola se depara com essa situação, vê se não é: você tenta dar um beijinho de despedida , seu filho não aceita, quer que você fique mais um pouco, você diz que precisa ir, ele chora, estica os bracinhos, diz “mamãaaaaaae”, você fica com o coração apertado, as tias te olham dizendo “ele vai ficar bem, mamãe”, você tenta ir embora, seu filho chora mais forte e tudo o que você quer é poder levar ele embora com você. É isso? Pois saiba que o sofrimento prolongado do seu filho só acontece porque você está cedendo.

mãe e filho arrow-options
Arquivo pessoal

Sarah Eleutério e o filho mais novo. Os momentos de despedidas na escola ainda são complicados

Leia também: Inteligência emocional: o autocontrole precisa começar em você

Não é fácil para nenhuma mãe ir embora e deixar o filho chorando. Estou passando por isso, com meu pequeno de um aninho que acabou de entrar na escola nova. Mas pelo menos já é o segundo filho, não sou de primeira viagem e lembro bem o quanto eu cedi com o mais velho, quando era novinho. Mas eu vou dar aqui a “receita do bolo” (sim, existe a tática infalível e sempre funciona!).

Primeiro você precisa entender que as crianças, desde muuuuito novinhas, estão sempre testando nossos limites. É por isso que, mais velhinhas, começam a fazer birra – porque a gente vai cedendo aos poucos. Elas entendem nossos pontos fracos e percebem como podem ir nos ganhando aos poucos.

Então vamos à despedida na escola – também vale para se você precisa sair de casa e seu filho, igualmente, fica chorando. É explicar que precisa ir, dizer que vai voltar, dar um beijinho e “xau”. Isso mesmo. Nada de ficar mais um pouquinho. Pode acreditar, com pouco tempo seu filho vai se acostumando e entendendo que a mãe vai, mas volta. Ah, e nada de sair escondido , viu?

“É extremamente importante se despedir, independentemente da idade, porque a criança precisa ter noção de ida e de volta, principalmente quando ela é muito pequena, que só tem a noção de ida (noção de reversibilidade). Quando você explica: ‘a mamãe vai, mas a mamãe volta’, isso vai desenvolvendo na criança essa noção de ida e volta”, explica Josiane Golin, psicóloga educacional do Colégio Madre de Deus, na Zona Sul do Recife, que lembra: “Mesmo que para você seja um sofrimento ir embora com o filho chorando , não use a tática de distrair o filho para ir embora, desaparecer sem se despedir, pois isso pode até desenvolver um sentimento de abandono e insegurança nessa criança”.

Leia também: O que fazer quando seu filho apronta? Sempre se lembre: ele não tem sua idade

E mais, aquelas despedidas dramáticas, cheias de emoção são um prato cheio para dificultar a entrada da criança na escola. É preciso ser leve e prática nas despedidas. Abrindo um parêntese: é por isso que quando o pai leva o filho na escola ele não fica chorando. Normalmente os pais não cedem como nós. Eles são práticos e o filho sabe que o choro não vai surtir efeito. Não é assim?

Pois é, é duro isso, eu sei. Mas a criança tem que perceber que não existe a opção do choro para segurar os pais na escola por mais tempo. Se isso ainda dói em você, mamãe, lembra que até nessas horas os benefícios para seu filho são grandes.

“Essa criança que chora mesmo quando a mãe explicou que vai sair e que volta, ela também está trabalhando suas próprias emoções, como a frustração, a espera. E desenvolver e vivenciar essas emoções são necessárias para que a criança se fortaleça e se sinta segura”, completou a psicóloga, que é doutora em psicologia cognitiva, mestre em psicologia clínica e neuropsicóloga.

Bem, agora que você entendeu que tudo isso tem respaldo na psicologia, talvez fique mais fácil entender que você não está sendo uma mãe insensível virando as costas e deixando o filho chorando. Você está simplesmente ajudando seu bebê a se desenvolver, a se tornar mais independente e, principalmente, mais seguro. O ingresso na escola e as primeiras separações da mãe ou de casa fazem parte do crescimento desses pequenos. Muitas conquistas vêm acompanhadas de dificuldades, representam o amadurecimento da criança.

Leia também: Você vive chamando a atenção de seu filho por suas falhas? Então, vamos repensar

E agora? O ganho para seu filho não foi muito maior do que seu sofrimento de ir embora escutando o chorinho dele nas despedidas ? Então relaxa e vai sossegada.

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Dicas para o mês de novembro

Publicado

Separei algumas dicas para o mês de novembro, um roteiro que transita entre gastrônomia, música, dança, moda e marketing.

Tome nota e aproveite!

Peru Week 2019

Começa hoje (05) até 20 de novembro, em todo o Brasil, a Peru Week 2019, principal campanha de promoção do turismo e da gastronomia do Peru, que esta na 7ª edição e conta com a participação de 73 empresas, só em São Paulo. Para comer, 29 restaurantes especializados na culinária peruana localizados na capital paulista contam com pratos e valores que vão de R$ 47,90 a R$ 110,00 (menu degustação com drink de boas vindas, entrada, prato principal e sobremesa), durante os 16 dias de campanha. Já, para viajar, partindo de São Paulo, 44 operadoras de turismo da cidade tem ofertas para diversos perfis de roteiros, experiências e valores, promovem 88 pacotes de viagens com condições e valores imbatíveis, a partir de USD 499,00.

Leia também: Empreendedores contam como transformaram sonhos e propósito de vida em negócio

Perú Week arrow-options
Foto: Divulgação/PROMPERÚ

Perú Week

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Mulher quase fica cega ao tatuar delineador permanente nos olhos: “Dor imensa”

Publicado

Hannah Hopkins, de 37 anos, costuma viajar muito a trabalho e sempre pega voos nos primeiros horários da manhã. Por causa disso, a britânica, que mora em Oxford, Inglaterra, decidiu tatuar o traço do delineador nas pálpebras, afirmando que facilitaria na hora das viagens. A maquiagem permamente, porém, não saiu como ela esperava.

Leia também: Quase destruí meu rosto”, diz jovem que gastou R$2,2 milhões em plásticas”

Hannah com os olhos machucados arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Hannah queria fazer um delineador permanente, mas o resultado não saiu como ela queria e seus olhos ficaram machucados

Ao Daily Mail , Hannah conta que se sentia muito pressionada para ter uma boa aparência a qualquer hora do dia e o delineador permanente a ajudaria com isso. Além desse procedimento, ela também esperava fazer micropigmentação nos lábios.

Mesmo tendo feito uma “extensa pesquisa” para encontrar um profissional capacitado, ela diz que a primeira impressão não foi das melhores. O responsável pelo procedimento chegou 30 minutos atrasado, a chamou diversas vezes pelo nome errado e não fez uma checagem de seus olhos e lábios antes de começar a maquiagem permanente 

Hannah, que é cega de um olho, pediu para que a mulher tomasse cuidado ao tatuar a pálpebra direita, cujo olho é artificial. A responsável pelo procedimento aplicou, então, um gel gelado sobre as pálpebras da mulher e não permitiu que ela visse um esboço do delineado — o que ela sentiu como outro sinal de que o procedimento não estava acontecendo como deveria.

Segundo ela, o gel aplicado era um anestésico e a profissional explicou que Hannah poderia ficar cega se abrisse os olhos  , informação que não havia sido passada para a paciente. 

Leia também: Após erro de manicure, dedo de mulher incha, fica preto e quase é amputado

Fazer a tatuagem foi como “um filme de terror”

“Assim que ela começou a tatuar, senti uma dor imensa. Tudo o que podia ouvir era a agilha na máquina a milímetros dos meus olhos. Senti como se estivesse em um filme de terror”, lembra Hannah.  “Eu estou acostumara com a dor, porque ja fiz tratamentos estéticos antes, mas essa dor era diferente. Ela continuava limpando meu olhos com lenços, o que eu descobri depois que era porque meus olhos estavam sangrando muito.” 

“Eu pedi que ela parasse porque a dor estava demais e tentei me afastar, mas ela continuava pressionando meu rosto para baixo. Por causa disso, ela puxou minha pápebra direita, o que a deixou deformada”, continua. 

A britânica ainda conta que a mulher lhe disse para “aceitar” a dor e “parar de agir como um bebê”, além de afirmar que não pararia até ter terminado os dois olhos. 

Leia também: 4 casos de preenchimento labial que deram errado e servem de alerta

Resultado inesperado

Hannah ficou chocada quanto se olhou no espelho e viu seus olhos cobertos de sangue e bem inchados, as pálpebras pareciam ter sido “cortadas”. Se não fosse o bastante, ela diz que o traço do delineador permanente também não era como ela queria e um estava diferente do outro. 

Hannah após o tratamento arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Hannah está passando por sessões de remoção de tatuagem após o erro no procedimento

Ela discutiu com a mulher que fez o procedimento, que afirmou que o inchaço iria desaparecer e tentou aplicar corretivo nas feridas para escondê-las.

Então, saiu da clínica sem pagar e “com muita dor” direto para o pronto socorro de um hospital próximo de onde mora. 

Segundo os médicos, os “cortes” nas pálpebras provavelmente aconteceram porque Hannah tem “o tipo errado de pálpebra para esse tratamento”, afirmando que a responsável deveria ter parado a tatuagem assim que o sangramento começou. 

Depois da experiência, Hannah afirma que foi diagnosticada com estresse pós-traumático.

Ela denunciou a responsável pelo procedimento por lesão corporal e ganhou a causa na justiça da Inglaterra, especialmente após descobrir que a mulher não tinha licença, mas não recebeu o dinheiro do processo.

Agora, ela está pagando 650 libras esterlinas (cerca de R$3345) em cada sessão de remoção do delineador permanente. No total, ela precisará de 10 sessões e, após isso, poderá fazer um tratamento para o dano que teve nos olhos. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana