GUARANTÃ DO NORTE

Dono da Jade Engenharia e seu filho morrem em acidente aéreo em Guarantã.

Publicado

O empresário Jair José Demski e o filho dele, João Anderson Desmki morreram em um acidente de avião, no início desta noite de segunda – feira em Guarantã do Norte.

O avião modelo RV 10 pertencia a Jair Demski e segundo as primeiras informações, os mesmo estavam vindo da cidade de Sinop. Testemunhas relataram que viu duas aeronaves sobrevoando e dando várias voltas ao redor do aeroporto municipal, que não possui iluminação para pouso noturno. Uma aeronave conseguiu pousar, a outra veio a cair a cerca de três quilômetros do aeroporto. Não se sabe ainda o motivo da queda.

A nossa redação esteve no local da queda, e podemos verificar que a aeronave se chocou com o solo, causando um buraco e assim deixando um rastro de destroços por 86 metros aproximadamente. Os corpos foram lançados a mais de 100 metros do local do impacto.

Em breve estaremos divulgando os nomes das vítimas e mais informações.

Por/ O Território

 

Comentários Facebook
publicidade

GUARANTÃ DO NORTE

Frigorífico Redentor suspende abate e funcionários pedem soluções para receberem salários atrasados.

Publicado

Por Joel Teixeira

O Frigorífico Redentor, planta localizada às margens da BR 163, próximo à Guarantã do Norte (MT), não paga os 700 funcionários há quase dois meses, garantem trabalhadores de diversos setores da indústria. Eles entraram em contato com o TV Notícias e relataram a situação. Segundo eles, a empresa parou de funcionar em 23 de Dezembro de 2019 e não explicou aos colaboradores, o motivo porquê ainda está fechada.

Direitos

O TV Notícias falou com  José Evandro Navarro, presidente do Sintral – Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Frigoríficas  de Abate de Bovinos ), ele disse que  ajuizou ação coletiva na Justiça, quarta-feira(26) e que os responsáveis pela indústria, pronunciaram que a empresa vai retornar às  atividades e,  que não tem interesse em dispensar trabalhadores . Ainda de acordo com José Evandro o Sindicato fez uma pesquisa sobre a situação jurídica do frigorífico e identificou que ela não está em insolvência (situação em que o devedor tem prestações a cumprir superiores aos rendimentos que recebe); ela está sem capital, mas tem patrimônio mais que suficiente para arcar com pagamentos e responsabilidades financeiras.

Por que parou?

De acordo com o presidente do Sintral, José  Evandro, a empresa enfrenta problemas com vendas internacionais que estavam paradas e sem o recebimento, além de questões de ordens locais. Todavia está voltando a negociar com os fornecedores e só nessa semana conseguiu comprar por volta de 5 mil cabeças de gado de apenas um produtor.

Urgência

De acordo com o Sindicato, o MPE – Ministério Público Estadual, marcou uma audiência de urgência para  cobrar os pagamentos aos funcionários, “há famílias inteiras que trabalham no frigorífico e estão com muita dificuldade financeira, porque ali é a única fonte de renda delas”, disse o Presidente do Sintral.

O outro lado

O TV Notícias tentou contato com a família Bihl, proprietária do Frigorífico Redentor, mas até o fechamento dessa matéria não conseguiu localizá-la.

Assista a depoimentos de funcionários do Frigorífico Redentor

 

Fonte: TV Notícias

Comentários Facebook
Continue lendo

GUARANTÃ DO NORTE

Guarantã está entre os 11 municípios do estado com grave problemas relacionados ao uso de crack e outras drogas

Publicado

Em Mato Grosso, 82% dos 141 municípios enfrentam problemas relacionados ao consumo de crack, conforme relatório do Observatório do Crack, da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

A realidade do estado acompanha a do país, onde 85% dos municípios sofrem com o problema.

Em 11 cidades do estado a situação é mais grave, com um índice maior de problemas relacionados ao uso de drogas.

Fazem parte do alerta Guarantã do Norte, União do Sol, Sorriso, Tapurah, Campo Novo do Parecis, Salto do Céu, Mirassol D”Oeste, Porto Esperidião, Jaciara, Rondonópolis e Alto Taquari.

O Observatório do Crack monitora a situação do uso abusivo de drogas no país e as principais consequências dele.

De acordo com o relatório, em Mato Grosso, a segurança pública e a assistência social são as áreas mais afetadas pelos uso de crack.

A violência é apontada como crescente dentro das residências, com elevação no número de feminicídios e abusos sexuais ligados diretamente ao uso de drogas.

O observatório também cita um aumento significativo da desestruturação familiar, crescimento da vulnerabilidade social e o envolvimento de menores de idade em atos infracionais relacionados ao consumo e ao tráfico de drogas.

A educação está em terceiro lugar das áreas mais afetadas pelas drogas no estado.

O levantamento aponta que na maior parte dos municípios, o tráfico de drogas dentro dos colégios e no perímetro escolar acontecem com frequência.

Como consequência, é indicado um aumento no número de evasão escolar.

A principal ação de enfrentamento ao problema são as campanhas de mobilização e orientação, que são realizas em 13,1% dos municípios.

Já estudos e pesquisas sobre o tema são estratégia em apenas 8% das gestões.

Fonte: G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana