CIDADES

Governo estuda isentar conta de luz de consumidores de baixa renda

Publicado

O governo estuda formas de isentar a conta de luz dos consumidores de baixa renda cadastrados no programa Tarifa Social por 90 dias. A medida tem “grandes chances de prosperar”, de acordo com o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone. Segundo ele, seria uma medida para conter os impactos econômicos do avanço da pandemia do novo coronavírus.

O custo mensal de isentar a conta de luz desses consumidores, segundo Pepitone, seria de R$ 350 milhões por mês. Segundo ele, porém, essa decisão não cabe à Aneel, mas ao governo federal. “Estamos avaliando de onde virão os recursos. É uma medida estudada e com grande chances de prosperar.”

O programa Tarifa Social funciona de forma escalonada, como o recolhimento de Imposto de Renda. Exemplo: uma família de baixa renda com consumo mensal de 250 kWh paga os primeiros 30 kWh com 65% de desconto; a faixa entre 31 kWh e 100 kWh com 40% de desconto; a parcela entre 101 kWh e 220 kWh com 10% de desconto; e a parte acima de 220 kWh sem desconto algum.

A proposta em estudo, mencionada pelo diretor-geral, com custo de R$ 350 milhões mensais, isentaria os beneficiários até o limite de 220 kWh.

Para ter direito ao benefício, as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único do Ministério da Cidadania e comprovar que a renda per capita não excede 0,5 salário mínimo. Por ano, cada família recebe, em média, R$ 200 de subsídio.

Desde a semana passada, diversos parlamentares começaram a se movimentar para apresentar propostas que aumentem a cobertura do Tarifa Social. Presidente da Comissão de Infraestrutura, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) propôs que os gastos fossem bancados com recursos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), que representam 0,5% da receita operacional líquida das distribuidoras.

Na semana passada, a Aneel suspendeu, por 90 dias, os cortes de fornecimento de energia por falta de pagamento. Como foi aprovada numa reunião extraordinária, a decisão foi ratificada em reunião ordinária da diretoria nesta terça, 31.

Pepitone disse ainda estar em conversas com o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para avaliar a possibilidade de reduzir as alíquotas de ICMS sobre as tarifas de energia de forma temporária, durante a pandemia da covid-19.

Fonte: Cenário MT

Comentários Facebook
publicidade

CIDADES

Agende sua consulta com a Psicóloga Dra. Katia A. Serafini; Clínica Jardim Vitória

Publicado

Nossa saúde mental requer a mesma atenção que a física, ainda mais nos dias de hoje, em que vivemos cada vez mais sobrecarregados, cobrados e pressionados em nossas relações interpessoais e sociais.
Nestes momentos você pode contar com o profissionalismo da Dra. Katia de Paula Avelino Serafini, nossa Psicóloga.

Agende sua consulta

📞(66) 3552-5800 ou via WhatsApp 📱 (66) 99711-4004

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

Qual a importância do teste do pezinho? Laboratório Jardim Vitória

Publicado

Realizado em alguns minutos com a coleta de sangue do calcanhar do bebê, preferencialmente na primeira semana de vida, o teste do pezinho é altamente eficaz, pois permite identificar doenças graves, que se não forem tratadas a tempo podem afetar seriamente a saúde do recém-nascido.

Para maiores informações, entre em contato com uma de nossas unidades:

Guarantã do Norte
📞 (66) 3552-5800 📱 (66) 99711-4004

Laboratório Guarantã: 📞 (66) 3552-1214

Peixoto de Azevedo
📞 (66) 3552-5800 📱 (66) 99935-1731

União do Norte
📞 (66) 3504-1180 📱 (66) 98438-0387

Terra Nova do Norte
📞 (66) 3534-1078 📱 (66) 99684-6339

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana