Tecnologia

Motorola lança Moto G Power e Moto G Stylus; confira especificações

Publicado

source

Olhar Digital

Motorola arrow-options
Divulgação/Motorola

Moto G Stylus


A Motorola anunciou nesta sexta-feira (07) a nova geração do Moto G com algumas mudanças fundamentais no visual e de usabilidade do celular. São dois modelos: o Moto G Power e o Moto G Stylus (note que a empresa deixou de lado a numeração dos celulares), ambos com configuração de câmera tripla e baterias grandes.

Começando pelo aparelho mais simples, que é o Moto G Power , que já está homologado na Anatel e não deve demorar para chegar ao Brasil. Como já é tradição da empresa, o nome “Power” indica que o celular tem uma bateria grande , e isso não mudou em 2020. O dispositivo conta com uma bateria de 5.000 mAh que acompanham um processador Snapdragon 665 , 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento interno e uma tela Full HD+ de 6,4 polegadas (com um furo no canto superior esquerdo para abrigar a câmera frontal).

Leia também: A partir de R$ 967, compare Motorola G8 Play, G8 Plus e One Macro

Cada uma das três câmeras na sua traseira tem uma característica diferente. A principal conta com um sensor de 16 megapixels e abertura f/1.7, enquanto a segunda conta com uma lente macro com abertura f/2.2 e sensor de 2 MP. Para finalizar, o terceiro sensor, de 8 megapixels, acompanha uma lente ultra-wide para captura de ângulos mais amplos com abertura f/2.2. Já a câmera de selfie conta com um sensor de 16 megapixels e abertura f/2.0.

Na sequência, o Stylus . Como o nome indica, o aparelho vem com uma… stylus, que é uma canetinha embutida no corpo do smartphone que pode ser destacada para interagir com a tela do aparelho, similar ao que a Samsung faz com a linha Galaxy Note . A adição da caneta traz uma contrapartida negativa: pelo fato de ela ocupar uma parte preciosa no corpo do aparelho, a bateria do Stylus é menor do que a do Moto G Power , com apenas 4.000 mAh.

Leia também: Motorola Razr chega ao Brasil por R$9 mil; dobrável teve produção nacional

O aparelho também tem uma configuração de câmeras diferente do Power . O Stylus é mais caro, e como tal deve tirar fotos um pouco melhores graças a um sensor principal de 48 megapixels com abertura f/1.7 com modo noturno para fazer fotos com mais qualidade mesmo com pouca luz. O aparelho também conta com o sensor macro de 2 MP e abertura de lente f/2.2 e uma terceira lente para servir como câmera de ação , com campo de visão de 117 graus e abertura f/2.2. A câmera de selfies , como no Moto G Power , é de 16 megapixels e abertura f/2.0.

Os aparelhos não têm previsão de lançamento no Brasil, mesmo que o Moto G Power já esteja homologado na Anatel , ou de quanto eles custarão por aqui. No exterior, o Moto G Power tem preço sugerido de US$ 250 (R$ 1.080 na cotação atual), enquanto o Moto G Stylus custa US$ 300 (cerca de R$ 1.300).

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Uber lança recurso que permite usuários reclamarem gravando um áudio

Publicado

source

Olhar Digital

Uber  lançou, nesta segunda-feira (10), a ferramenta U-Áudio para que usuários e motoristas possam gravar áudios durante as corridas a fim de reportarem quaisquer acontecimentos infelizes e desagradáveis. Cidades como Salvador , Uberlândia , São Luís , Sorocaba e Campo Grande já possuem acesso ao novo recurso.

Uber é banida na Colômbia e deve encerrar atividades em fevereiro

Para utilizar a função, basta acessar os itens de segurança que ficam disponíveis durante cada viagem realizada na plataforma da Uber . Tanto o usuário quanto o motorista poderão relatar incidentes por meio de um áudio que deverá ser anexado no encerramento da corrida ou nas viagens que podem ser buscadas no histórico do aplicativo.

Segundo o aplicativo, o arquivo contendo a gravação será criptografado e armazenado diretamente no dispositivo do remetente, ficando disponível apenas para o usuário/motorista. A equipe da Uber só terá acesso se o remetente decidir compartilhar o áudio como parte do relato.

Uber arrow-options
Reprodução

Uber


Assim que o arquivo for enviado aos agentes de atendimento ao cliente da Uber , a gravação será utilizada para entendimento do incidente e, consequentemente, para que a empresa tome as medidas necessárias. 

Privacidade

O relato pode, inclusive, ser compartilhado com as autoridades se necessário. Contudo, segundo a Uber , “a proteção da privacidade dos envolvidos é levada muito a sério em todo o processo” e só a empresa tem a chave para descriptografar os anexos e isto somente pode ser feito após a denúncia, com o envio do áudio. A gravação não pode ser ouvida no dispositivo do usuário ou motorista, nem compartilhada com terceiros, apenas com a Uber.

De acordo com a Uber , o arquivo de áudio poderá ser relevante na decisão de desativação de um motorista ou usuário da plataforma.

Uber introduz gravação de áudio durante viagem

A ferramenta já havia sido divulgada durante o evento Uber Destino , realizado no ano passado, mas só agora se tornou disponível. Durante o período do piloto, a ferramenta está sendo configurada para apagar os arquivos de áudio automaticamente após uma semana. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Polêmica: Motorola rebate teste que reprovou dobradiça do Razr; assista ao vídeo

Publicado

source
Motorola Razr arrow-options
Reprodução

Motorola Razr foi reprovado em teste de dobradiça


Na última semana, o site Cnet realizou um teste que reprovou o celular dobrável Motorola Razr . Nele, um robô dobrou o smartphone repetidas vezes, o que ocasionou a quebra do dispositivo depois de 27 mil dobras, o equivalente a menos de um ano de uso. 

Nesta segunda-feira (10), porém, a Motorola contestou o teste, dizendo que o robô do Cnet dobra o celular de maneira indevida, o que ocasionou a quebra. A empresa afirmou, ainda, que o Razr passou por diversos testes antes de ser colocado no mercado, e que tem toda a confiança na durabilidade do smartphone

Leia também: Reprovado: Motorola Razr quebra depois de ser dobrado muitas vezes em teste

Para comprovar os testes feitos durante a produção do Razr , a Motorola divulgou um vídeo em sua página no Twitter . Assista:

O teste do Cnet já tinha sido feito anteriormente no Galaxy Fold . O smartphone da Samsung aguentou ser dobrado 120 mil vezes antes de quebrar completamente. Já a tela do Razr não chegou a quebrar durante os testes, mas a dobradiça endureceu e começou a fazer barulhos estranhos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana