Política MT

MPE pede cassação do deputado estadual Dilmar Dal Bosco por “corrupção sistemática”

Publicado

Além de denunciar  o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM), o  ex-governador Silval Barbosa e mais 17 pessoas no âmbito da operação Rota Final, o coordenador do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco Criminal), procurador de Justiça, Domingos Sávio de Barros Arruda, pede a perda de mandato eletivo de Dal Bosco.

A ação ajuizada nesta terça-feira (20) ainda pede a reparação dos danos causados pela infração no montante de R$ 86.6 milhões do envolvidos pelos crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, impedimento e perturbação à licitação, afastamento de licitantes e crime contra a economia popular.

O esquema criminoso foi revelado no curso de um Inquérito Policial que reuniu cinquenta e quatro volumes de elementos de prova e que foi presidido pelos Delegados de Polícia do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Marcelo Torhacs e Márcio Veras. As investigações demonstraram a existência de uma Organização Criminosa, liderada pelo empresário Éder Augusto Pinheiro que, inclusive, teve sua prisão preventiva decretada e se encontra foragido há mais de dois meses.

Segundo a peça acusatória protocolada no Tribunal de Justiça, o grêmio criminoso tinha como principal objetivo impedir a implantação do novo Sistema de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal de Passageiros do Estado de Mato Grosso – STCRIP/MT e, para tanto, os integrantes da agremiação lançaram mão dos mais variados meios criminosos para inviabilizar a Concorrência Pública nº 01/2017 deflagrada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra). Sem a realização do certame licitatório as empresas ligadas aos envolvidos prosseguiriam a explorar, em caráter precário, inúmeras linhas de transporte intermunicipal, mantendo, dessa forma, o domínio econômico do setor, conforma vinha ocorrendo há várias décadas e garantindo lucros exorbitantes em detrimento da adequada prestação do serviço.

Consta na peça acusatória que os integrantes da grêmio delituoso, dentre outras ações por eles empreendidas, compraram um Decreto Estadual que buscou prorrogar até 2031 as concessões precárias que detinham as empresas ligadas ao grupo; ofereceram e, efetivamente, concederam vantagens indevidas a dois Deputados Estaduais que eram Relator e Presidente da Comissão Especial de Transportes da ALMT, utilizando-se, inclusive, de outras pessoas (físicas e jurídicas) para repassarem, sub-repticiamente, “dinheiro sujo”; ofereceram e, efetivamente, entregaram, “propina” para diretor da AGER; utilizaram de terceiros para, por meio de ajuizamento de ações judiciais temerárias, buscar “frear” o procedimento licitatório; produziram “estudos” fraudulentos/inverídicos para tentarem demonstrar a inviabilidade do novo STCRIP/MT; com a colaboração de servidores da AGER/MT conseguiram que fossem impostos entraves administrativos contra uma nova concessionária que havia vencido a concorrência relativa a dois lotes do novo STCRIP/MT e, ainda, pagaram para que duas vencedoras da Concorrência Pública nº 01/2012 não assinassem os respectivos Contratos de Concessão com o Estado de Mato Grosso.

Foram denunciados: Éder Augusto Pinheiro, Max Willian de Barros Lima, Júlio César Sales de Lima, Wagner Ávila do Nascimento, José Eduardo Pena, Adriano Medeiros Barbosa, Dilmar Dal Bosco, Pedro Inácio Wiegert, Andrigo Gaspar Wiegert, Glauciane Vargas Wiegert, Silval da Cunha Barbosa, Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, Francisco Gomes de Andrade Lima Neto, Carla Maria Vieira de Andrade Lima, Luís Arnaldo Faria de Mello, Idmar Favaretto, Marcos Antônio Pereira, Alessandra Paiva Pinheiro e Cristiane Cordeiro Leite Geraldino.

Fonte: Folha Max

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

PRÓ-ARMAS: Nelson Barbudo é único parlamentar de MT a participar do ato

Publicado

 

Manifestação foi realizada em Brasília com o mote “Não é sobre armas, é sobre liberdade”

 

O deputado federal Nelson Barbudo (PL-MT) foi o único parlamentar a participar do III Encontro Nacional pela Liberdade – PROARMAS, realizado em Brasília, neste sábado (09.07). O evento, organizado pela Associação Nacional Movimento Pró-Armas, reuniu mais de 35 mil pessoas.

Sob o lema “Não é sobre armas, é sobre liberdade”, a manifestação contou com a participação do também deputado federal e filho do presidente Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro (PL-SP).

No ato, o parlamentar por São Paulo defendeu, por exemplo, a criação de lei para a isenção do ICMS para armas. De acordo com ele, hoje aproximadamente 70% do valor de uma arma de fogo é composto de impostos

Para Barbudo, o que o evento defendeu é a autodefesa e liberdade. “Assim como o próprio movimento diz e eu apoio, não se trata do direito de matar e sim do direito de conservar nossa própria vida e de nossos familiares, com autonomia e a segurança de nossas famílias e comunidades, estabelecendo a igualdade e a justiça que todo cidadão do bem merece e lhe é de direito”, afirmou.

Vale lembrar que com tema similar, o deputado federal por Mato Grosso é o relator do Projeto de Lei 5544/2020, que versa sobre a autorização para caça esportiva de animais no território nacional.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Nelson Barbudo é condecorado com medalha do Exército Brasileiro

Publicado

Parlamentar também foi reconhecido como colaborador emérito do Exército

O deputado federal Nelson Barbudo (PL-MT) foi condecorado com a medalha Exército Brasileiro na noite desta segunda-feira (27.06), em Cuiabá. A medalha é destinada aos cidadãos brasileiros e/ou estrangeiros que tenham praticado ação destacada ou serviço relevante em prol do interesse e do bom nome do Exército Brasileiro.

O parlamentar por Mato Grosso também foi reconhecido como colaborador emérito do Exército, recebendo diploma. Criado pela portaria n° 503, o diploma de colaborador emérito especifica que quem o recebe são aquelas personalidades que possuem elevado conceito na classe e na comunidade a que pertençam e tenham praticado ação destacada ou serviço relevante em prol do Exército Brasileiro.

A solenidade ocorreu na 13ª Brigada de Infantaria Motoriza, durante a visita do General de Exército Anísio David de Oliveira Junior, Comandante do Comando Militar do Oeste (CMO). Também foi realizada na data a formatura militar sob o Comando do General de Brigada Carvalho Lima, Comandante da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada.

Estiveram presentes no ato os Comandantes dos Batalhões pertencentes à Brigada Barão de Melgaço, autoridades civis e militares das Forças Auxiliares de Mato Grosso.

Durante o evento, o deputado Nelson Barbudo, que tem atuação destacada em defesa do Exército Brasileiro para a garantia da democracia e da soberania do Brasil, afirmou estar lisonjeado tanto pela medalha quanto pelo diploma.

“Fico extremamente agradecido e envaidecido pela medalha e por ser, agora, oficialmente um colaborador emérito, já que rotineiramente me considerava um por incentivar os princípios e valores militares que norteiam o nosso Exército. Ter o reconhecimento da instituição de maior credibilidade dos brasileiros aumenta ainda mais minha responsabilidade em defesa da nossa Pátria e das Forças Armadas”, disse o parlamentar.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana