Policia Federal

Operação Força Extra desarticula esquema de venda ilegal de anabolizantes em SP e ES

Publicado

Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (11/2) a Operação Força Extra, com objetivo de combater a venda ilegal de medicamentos anabolizantes através das redes sociais, no Espírito Santo.

 

A operação contou com a participação de 8 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de 2 mandados de busca e apreensão, nas residências dos investigados no Município de Vitória/ES e Serra/ES, que resultaram na prisão em flagrante de 1 investigado.

 

No transcorrer do cumprimento na cidade de Serra/ES, foi encontrado um laboratório de produção desses medicamentos ilegais, dentre outros, tendo sido apreendidas várias substâncias (insumos), recipientes e petrechos para a produção, bem como anabolizantes provenientes de outros países (China e Paraguai) sem a autorização da ANVISA.

 

ENTENDA O CASO

 

                         A investigação foi realizada para identificar indivíduos que estavam vendendo substâncias anabolizantes oriundas do Paraguai e Emirados Árabes, não registradas nos órgãos competentes (ANVISA), através dos Correios, a pessoas residentes em Campinas/SP. As substâncias eram vendidas pelas redes sociais e depois enviadas através dos Correios.                        Após as investigações feitas, foi possível identificar os supostos autores e locais em que esses produtos estavam sendo fabricados, como também armazenados e distribuídos.

                        

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados, responderão pelos crimes de venda de medicamentos sem autorização do órgão de vigilância sanitária competente, presente no artigo 273, parágrafo 1ºB, inciso I do Código Penal, em que a pena varia entre 10 a 15 anos de reclusão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo
Telefone:
 (27) 3041-8051/8029

 

Comentários Facebook
publicidade

Policia Federal

PF prende marroquino e brasileira por imigração fraudulenta

Publicado

Fortaleza/CE -A Polícia Federal prendeu em flagrante nessa segunda-feira (10/2) um homem, natural de Marrocos, na África, e uma brasileira por declaração falsa durante os procedimentos de autorização de residência expedida pela PF.

Durante entrevista para obtenção de residência com base em casamento, a dupla declarou falsamente matrimônio no Brasil. Os policiais constataram que a brasileira forjou casamento com o marroquino, com o intuito de legitimar seu pedido de residência no Brasil junto à Polícia Federal, mas nunca residiram juntos e nem foram casados de fato.

Na ocasião, policiais federais deram voz de prisão em flagrante pelo crime de falsidade ideológica, com penas de reclusão de um a cinco anos e multa.

Após o flagrante, foram encaminhados à sede da Superintendência Regional da Polícia Federal, onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará

(85) 9.8970-0624

Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

PF prende mulheres tentando levar drogas para a Ásia e a África

Publicado

Guarulhos/SP – A Polícia Federal prendeu em ações distintas, no Aeroporto Internacional de São Paulo, nesta terça-feira (11/2), duas passageiras de voos internacionais e apreendeu mais de 7 kg de cocaína.

Policiais federais, acionados por funcionários que fiscalizam os passageiros que passam pelo controle migratório, revistaram a mala de uma mulher, nacional da Geórgia, de 30 anos, e encontraram, ocultos em um fundo falso, mais de 2 kg de cocaína. A suspeita disse que deveria entregar a mala na cidade de Tblisi, em seu país natal.

Em outra ação, uma mulher que pretendia embarcar para Addis Ababa, na Etiópia, foi detida pelos policiais federais, junto ao balcão de check-in, após os cães farejadores, conduzidos por eles, sinalizarem para algo suspeito em sua bagagem. A mala foi revistada, porém nada foi encontrado. Conduzida à sede policial, os peritos federais identificaram que uma espécie de borracha de cor preta, que dava acabamento à mala da suspeita, era composta por cocaína. O volume encontrado somou mais de 5 kg. A passageira, nacional da Bolívia, de 38 anos, recebeu voz de prisão.

As suspeitas ficarão à disposição da Justiça respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Contato: (11) 2445-2212

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana