Polícia MT

Polícia Civil indicia casal por homicídio qualificado e maus tratos contra bebê de sete meses

Publicado

Assessoria/PJC-MT 

A Polícia Judiciária Civil em Tabaporã (643 km a médio norte de Cuiabá) indiciou os pais de uma bebê de sete meses por homicídio qualificado, maus tratos, destruição e ocultação de cadáver da criança. O inquérito conduzido pelo delegado Albertino Félix de Brito foi encaminhado ao Fórum da Comarca de Tabaporã na última quinta-feira.

O presidente do inquérito também representou pela conversão da prisão temporária em preventiva dos investigados.

O casal está preso na cidade de Jataí, no sudoeste goiano, aguardando recambiamento para Mato Grosso.

Investigação

As investigações em buscas do corpo da bebê, de aproximadamente 7 meses iniciaram no dia 8 de janeiro, após denúncia ao Conselho Tutelar do município. Segundo testemunhas, no dia 27 de dezembro, o casal foi visto em três situações distintas – a primeira delas, nas proximidades do rio Sereno com o carrinho de bebê (não sendo constatado se a criança estava no carrinho ou não). Logo em seguida, o casal foi visto sozinho sem a criança e sem o carrinho e mais tarde, pedindo carona a terceiros.

Posteriormente, uma testemunha que teve contato com o pai da criança relatou que ele disse que teve que sair as pressas da cidade e pediu para que fosse colocado fogo nas coisas do bebê. Durante as diligências, o carrinho da criança foi localizado jogado no córrego, onde o casal foi visto.

O delegado ouviu várias testemunhas e foram apuradas evidências de que o casal teria tirado a vida do bebê e posteriormente fugido da cidade.

Durante as diligências, o casal foi localizado na cidade de Jataí (GO), com apoio da Polícia Civil local. Após serem interrogados pelo delegado da cidade goiana, o pai e a mãe da criança confessaram a autoria dos crimes e indicaram o local onde ocultaram o cadáver.

Equipes da Polícia Civil de Tabaporã e do Corpo de Bombeiros de Sinop localizaram no dia 9 de janeiro partes do corpo no fundo de um poço, nos arreadores da cidade. Devido ao tempo e às condições do local, o corpo já estava em decomposição. Todo o material foi encaminhado para perícia no Instituto Médio Legal da Politec.

No ano passado, o casal já havia sido denunciado por maus tratos contra a criança. A bebê ficou na Casa de Passagem do município durante um período, até que a guarda foi restituída pela justiça aos pais.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Polícia MT

Ação integrada prende dono de boate onde adolescentes consumiam bebidas alcoólicas

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Visando combater o tráfico de drogas e outros crimes em Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá), a Polícia Judiciária Civil do município, em conjunto com o Ministério Público e Poder Judiciário, realizou uma fiscalização na madrugada de domingo (09.02).

O trabalho integrado para averiguações resultou na localização de um foragido da Justiça e na prisão em flagrante do proprietário de uma casa noturna, onde menores de idade foram encontrados consumindo bebidas alcoólicas, entre outras substâncias entorpecentes.

Nove adolescentes que estavam na boate também foram conduzidos à Delegacia de Peixoto de Azevedo para esclarecimentos. No local também foi apreendida uma porção de cocaína.

O dono do estabelecimento comercial foi autuado em flagrante, pelo crime previsto no artigo 243 do Estatuto da Criança e Adolescente (vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, a criança ou adolescente, bebida alcoólica ou, sem justa causa, outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica).

Já em desfavor do segundo preso abordado foi constatado um mandado de prisão decretado pela Justiça pelo crime de homicídio, sendo devidamente cumprido pelos policiais civis.

De acordo com o delegado Luiz Felipe Nascimento de Leoni, além de fiscalizar e prevenir delitos, a ação em conjunto teve como objetivo promover a segurança e ordem pública em estabelecimentos noturnos onde ocorrem aglomerações de jovens e adultos durante as madrugadas. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Delegacia Regional promove palestra sobre Nova Lei de Abuso de Autoridade para servidores

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Policiais das forças de segurança da regional de Cáceres participam nesta quinta-feira (13.02) de uma palestra sobre a Lei 13.869/2019 – Nova Lei de Abuso de Autoridade, com o delegado Marcel Gomes de Oliveira, integrante da equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá.

A palestra é promovida pela Delegacia Regional da Polícia Civil de Cáceres em parceria com a subsede do Sindicato dos Investigadores de Mato Grosso e será realizada no auditório do Cefapro (Rua Saracura – Bairro Maracanãzinho), a partir das 14h.

O objetivo do evento é orientar policiais quanto aos novos tipos penais, e suas consequências trazidas pela nova lei que entrou em vigor em janeiro deste ano, proporcionando conhecimento necessário para a atuação policial e evitando incorrer em situações de crimes previstas na legislação.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana