Política MT

Representante da ALMT, deputado João Batista toma posse na Unale

Publicado

Foto: LUCIENE LINS

Escolhido para ser o representante da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) na União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), o deputado estadual João Batista (Pros) tomou posse no cargo de secretário do estado na entidade, durante a sessão solene que aconteceu na manhã desta segunda-feira (10), na Câmara Legislativa do Distrito Federal – em Brasília.

Para o deputado, representar Mato Grosso em um grupo de legisladores, que tem como objetivo discutir soluções para o futuro do Brasil, é uma experiência ímpar. “Essa troca de informações entre todos os legisladores do país, é um verdadeiro intercâmbio de ideias. Proporciona um amplo debate para aperfeiçoar as ações dentro das assembleias. E o papel da Unale é ajustar essas ideias de todo o Parlamento, para construir um Brasil melhor”, pontuou João Batista.

O evento reuniu deputados de todas as regiões do país, que prestigiaram a cerimônia oficial de posse da nova presidente da Unale, deputada Ivana Bastos (PSD-BA). O tema da nova gestão da entidade é: “Unale 2020, uma nova década”. Ivana afirmou durante seu discurso de abertura na solenidade que irá trabalhar em parceria com a Secretaria Nacional da Juventude, com objetivo de aproximar a juventude da política e trabalhar o empreendedorismo e novas tecnologias.

Questionado sobre qual será sua contribuição para o grupo de legisladores, o deputado João Batista destacou que o objetivo inicial é unir forças parlamentares e trazer novas ideias para o Parlamento estadual.  “Fazer parte da composição dos membros efetivos da Unale, participando de debates estaduais e nacionais, é uma oportunidade de aprimorar meus conhecimentos legislativos, e com isso fortalecer as nossas ações dentro do Parlamento de Mato Grosso”, avaliou o parlamentar.

Foto: LUCIENE LINS

Unale

A União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), fundada em 1996, é uma sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos, que congrega a união dos 1059 deputados estaduais da República Federativa Brasileira.

A Unale congrega 1.059 deputados estaduais da República Federativa Brasileira. Atualmente, é a única entidade com reconhecimento legítimo perante o Supremo Tribunal Federal (SFT) e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) de representação dos mais de um mil parlamentares das 27 Casas Legislativas do Brasil.

No cenário internacional, importantes parcerias foram firmadas com o Legislativo estrangeiro, para proporcionar uma rica troca de experiência em diversos segmentos sociais através da promoção de campanhas de saúde, seminários, debates e discussões. A entidade também busca a qualificação dos parlamentares que a compõem, auxiliando no planejamento de políticas públicas estratégicas que beneficiam e abrangem todos os cidadãos na particularidade de cada estado.

Foto: LUCIENE LINS

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

PL prevê economia no transporte de longa distância de presos

Publicado

Foto: Marcos Lopes

O Projeto de Lei n° 77/2020, apresentado pelo deputado Dr. Eugênio (PSB) em sessão plenária na última semana, prevê economia no transporte de longa distância de presos. Conforme a proposição, ficará instituído que o transporte, quando tiver distância igual ou superior a 500 quilômetros da instituição de origem, até a instituição de destino final dentro do estado, ficará a cargo do Centro Integrado de Operações Aéreas do Estado de Mato Grosso (Ciopaer), com o uso de aeronaves apreendidas.

“Esta situação é desgastante para os profissionais de segurança pública, que, em geral, envolve riscos e tensões que afetam a sua saúde física e mental, comprometendo a qualidade de vida desses profissionais, aliada às más condições e sobrecarga de trabalho. A saúde desses profissionais se deteriora a cada dia. A fim de buscar meios para otimizar os recursos financeiros e recursos humanos, este projeto tem sua justificativa na melhor utilização do grupo (Ciopaer), bem como a utilização racional do baixo efetivo dos agentes da segurança pública", diz trecho da justificativa.

O projeto é uma reivindicação dos diretores do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil do Estado de Mato Grosso (Sinpol), presidente Edleusa Mesquita, do vice, Gláucio de Abreu Castañon, e do diretor da subsede de Água Boa, Aurélio Mendanha da Silva.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Sinop pode receber investimentos em educação e segurança

Publicado

Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Silvio Fávero (PSL), é autor de diversas indicações que contemplam a cidade de Sinop, também conhecida como a ‘capital do Nortão’ (503 quilômetros de distância da capital mato-grossense). Nos pedidos encaminhados ao Governo do Estado, Fávero aponta a necessidade de recuperação da MT-338, entre o entroncamento da MT-220 e a BR-163 que dá acesso aos municípios de Sinop, Juara e Porto dos Gaúchos.

No documento, o deputado justifica que o intuito é assegurar condições de tráfego. “O problema por lá (MT-338) é contínuo e de difícil solução em curto prazo, apesar do grande desempenho do atual governo em resolvê-lo”, argumentou Fávero.

Outro pedido feito, trata da restauração do encabeçamento da ponte sobre o rio Teles Pires na MT-222/MT-10. A solicitação do parlamentar também chegou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Ao departamento, Fávero mostra a necessidade de construção de uma passarela na BR-163, KM 829, perímetro urbano da capital do Nortão.

Educação – As reivindicações de Fávero também beneficiam a educação.  No pedido também encaminhado à Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Fávero pede a construção de mais 18 salas de aulas na Escola Estadual Parque das Nações e mais 18 salas para a Escola Jardim das Orquídias.

Em um dos documentos, com cópia à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), o autor das indicações pede a permanência de um policial militar na Escola João Pissinati Guerra.

Vale lembrar que a unidade escolar permaneceu fechada e com as atividades pedagógicas paralisadas, por um período, em 2019, depois de ter sido vítima de uma invasão. Uma mulher, munida de um facão, tentou invadir a unidade de ensino.

“Fui procurado por vários moradores de Sinop que temem pela segurança de seus filhos. A situação é bastante delicada, e depois desse episódio, a sensação de insegurança aumentou ainda mais. No mínimo precisamos encontrar solução para impedir situações como esta”, alertou Fávero.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana