Mato Grosso

Seduc faz "roda de conversas" e palestras para tratar de saúde mental com servidores

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da Coordenadoria de Aplicação, Desenvolvimento, Saúde e Segurança, realizou uma palestra com uma equipe da Saúde Mental da Regional de Medicina Psicossomática de Mato Grosso tendo como público servidores da Seduc. O tema “Setembro amarelo: combate ao suicídio”, foi debatido no auditório da Seduc, nesta terça-feira (10.09).

Equipes de psiquiatras e psicólogos fizeram uma “roda de conversa” com os servidores que tiraram dúvidas do assunto que é considerado delicado. Para o docente em psiquiatria Cristiano Santos, que faz parte da equipe da Coordenadoria de Aplicação da Seduc, especialistas em doenças mentais reforçam a tese de que a depressão é uma das causas do suicídio.

“A psicanálise é necessária, pois é preciso se preocupar com a integridade psíquica e biológica do sujeito. Trouxemos psiquiátricas e psicólogos porque o assunto precisa ser debatido com seriedade”, frisa.

Na lista dos debatedores estiveram a psicóloga e psicanalista Cleiri de Souza, a psicanalista Zildiney Dias, a psicóloga Helen Binde, a psicanalista e coaching Viviely Santos e o doutor em psicopatologia Marcelo Pitter. Participou também a representante do Centro de Valorização da Vida (CVV), Ana Rosa.

Leia mais:  Governador de MT coloca retomada de 2,2 milhões de hectares de terras do Pará como prioridade.

A coordenadora de Aplicação da Seduc, Zilda Alves da Silva avalia como positiva a palestra, principalmente a participação dos servidores que fizeram várias perguntas esclarecedoras aos palestrantes.

“Essa interação foi uma surpresa agradável. Muita gente tirando dúvidas sobre um assunto que ainda é difícil de abordar. Vivemos um momento em que é preciso ouvir para ajudar as pessoas. E a palestra foi tão ótima que as pessoas entenderam a mensagem dos palestrantes”, assinala.

Setembro amarelo é uma campanha de sensibilização sobre a prevenção do suicídio.  No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV, Conselho Federal de Medicina (CFM), Associação Brasileira de Psiquiatria ABP. A proposta é de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, 10 de setembro.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Entenda quais multas são aplicadas pelo Detran e quais cabem aos demais órgãos do trânsito

Publicado

A autuação de infração de trânsito pode ser aplicada por diversos órgãos que integram o sistema nacional de trânsito, tais como a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), ambos na esfera federal; o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT); e na esfera municipal pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob), no caso da capital, Guarda Municipal de Várzea Grande e, no interior do Estado, pelas prefeituras. 

As infrações relacionadas à estacionamento irregular de veículos em vias públicas, flagrantes de infrações identificados por meio de radar eletrônico e avanço de sinal vermelho do semáforo, por exemplo, são de competência municipal, podendo as respectivas multas serem aplicadas pelos agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob), no caso da capital, dos agentes da Guarda Municipal de Várzea Grande e, no interior do Estado, pelas prefeituras, nos municípios onde não tenha a Guarda Municipal. 

Já quando o motorista trafega por rodovias estaduais ou federais, caso cometa qualquer tipo de infração de trânsito, as multas são aplicadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) ou pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). 

Leia mais:  Mulheres indígenas são cadastradas como artesãs para fomentar o comércio

Quanto ao Detran-MT, a essência das abordagens está voltada para as ações de fiscalização de trânsito, que normalmente acontecem em Cuiabá e Várzea Grande, com apoio do Batalhão de Polícia Militar de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTran) e da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob). 

Durante a ação, os agentes do Detran, policiais militares e agentes de trânsito da Semob realizam barreiras e bloqueios (blitz), orientando motoristas e verificando as condições de circulação dos veículos que possam colocar em risco a segurança no trânsito de toda a coletividade. 

Nessas ações conjuntas, os agentes de trânsito do Detran podem aplicar a multa ao condutor que for flagrado e constatado dirigindo veículo sob influência de álcool ou demais sustâncias psicoativas, nas situações em que o veículo esteja com suas características modificadas e veículos com débitos em atraso.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo convoca candidatos classificados no processo seletivo do Hospital Regional de Rondonópolis

Publicado

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), publicou no Diário Oficial que circula nesta segunda-feira (20.01), a convocação de mais cinco candidatos que foram classificados no processo seletivo N°001/SES/2019 do Hospital Regional de Rondonópolis (HRR).

De acordo com o documento, estão sendo convocados quatro enfermeiros e um maqueiro. O edital contendo os nomes de cada candidato pode ser encontrado neste link.

Os convocados devem apresentar-se, durante o período que vai de 20 a 24 de janeiro, no setor de recursos Humanos do Hospital, das 8h às 11h e das 13h às 17h, para a entrega dos documentos obrigatórios, conforme consta especificado no anexo I do Diário Oficial, publicado no dia 12 de março de 2019, página 46 e 47.

Os candidatos aprovados na fase final, após a entrega de documento, estarão habilitados para iniciar suas atividades profissionais no dia 27 de janeiro. O contrato é por tempo determinado, e visa atender à necessidade emergencial de suprir profissionais na área.

Leia mais:  Setasc amplia projeto para reciclagem de materiais descartáveis

Serviços

O Hospital Regional de Rondonópolis está localizado na Rua 13 de maio, número 2366, bairro Jardim Guanabara.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana