Mato Grosso

Sesp deflagra operação e prende 17 suspeitos de homicídio, tráfico de drogas e roubos e furtos

Publicado

As forças de segurança cumpriram, em três dias, 17 mandados de prisão contra suspeitos de agir criminalmente no Norte do Estado. O resultado faz parte da “Operação Salutem”, deflagrada na quinta-feira (09.01) no município de Sinop (a 500 km ao Norte de Cuiabá) e região. As ações seguiram até sábado (11.01) e aconteceram simultaneamente em 10 cidades.

As prisões foram cumpridas contra suspeitos de delitos criminais de homicídio, roubo, furto e tráfico de drogas. Ainda no período foram registrados 44 Boletins de Ocorrências, 75 pessoas foram conduzidas para a delegacia, dois veículos foram recuperados e duas armas de fogo foram apreendidas.

Também no período foram contabilizadas 106 notificações de trânsito, 49 veículos e drogas foram apreendidos, dentre eles, 199 adesivos de LSD. A operação foi deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Integração Operacional (Saiop).

Além de Sinop, as ações policiais contemplaram as cidades Tapurah, Itanhangá, Feliz Natal, Sorriso, Nova Ubiratã, União do Sul, Santa Carmem, Cláudia, Ipiranga do Norte e Vera.

Leia mais:  Cedca realiza processo de escolha dos membros representantes da Sociedade Civil

O secretário da Saiop, coronel PM Victor Fortes, destaca que a primeira operação do ano surtiu efeito positivo para a população da região.

“A prisão dos suspeitos é importante para proporcionar a sensação de segurança para a sociedade. Unimos as nossas forças policiais junto com outros órgãos, federais e municipais, para realizarmos um trabalho amplo na repressão e prevenção da criminalidade. Nossas ações se concentraram nas áreas centrais dos municípios e também na zona rural e periferia”.

Participam da operação profissionais da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Politec, Detran, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Sistema Penitenciário, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Prefeitura de Sinop.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Escolas estaduais recebem verba adicional para melhorar estrutura

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) enviou um ofício às escolas para reforçar o uso da verba complementar inclusa no 4º repasse do programa PDE Seduc. Esse valor adicional será para pagamento das faturas da internet até abril deste ano e manutenção do ambiente da infraestrutura escolar. A verba foi repassada no dia 5 de dezembro de 2019.

Segundo a superintendente de Gestão Escolar da Seduc, Rosângela Moreira, com essa verba, os gestores poderão organizar um ambiente escolar agradável para receber os alunos para o início do ano letivo. 

“Essa verba complementar poderá ser usada para a troca de torneiras, remover entulhos, poda de árvores, limpeza de pátio, de caixa d’água, calhas, coifa, material de limpeza, entre outros”, destaca.

Na EE Fernando Leite de Campos, em Várzea Grande, a diretora Leide Laura de Souza utilizou a verba para a limpeza do pátio e recuperar parte do muro que estava rachado. A escola ganhou um novo muro e o pátio foi limpo com uma retroescavadeira e um caminhão para a retirada do entulho.

Leia mais:  Comitê Paralímpico Brasileiro e Unemat realizam curso de capacitação em Cáceres

“Fazemos um trabalho de manutenção frequente, na climatização da escola, nas podas de árvores. Com a limpeza do pátio ganhamos um ótimo ambiente escolar”, assinala. A EE Fernando Leite recebe alunos das séries finais do ensino fundamental e ensino médio

Adalgisa de Barros

Na Escola Estadual Adalgisa de Barros, também em Várzea Grande, que atende o ensino médio, o diretor João Batista Lemes da Silva Rondon, vai usar a verba para pintar a quadra poliesportiva. Para pintar as arquibancadas, providenciou a tinta e vai contar com a ajuda da comunidade escolar que entrará com a mão-de-obra. 

“Vamos fazer manutenção da pintura, tirando os riscados das paredes, limpeza dos aparelhos de ares condicionados. Só não vamos fazer podas de árvore porque já fizemos há pouco tempo. A verba vai dar uma cara nova a escola para o início do ano letivo”, destaca.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

AGER-MT aplica multa de R$ 14,4 milhões à Energisa de Mato Grosso

Publicado

A Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager-MT), por meio da Coordenadoria Reguladora de Energia, aplicou multa no valor de R$ 14.449.338,11 à Energisa Mato Grosso – Distribuidora de Energia S.A., concessionária dos serviços púbicos de distribuição de Energia Elétrica no Estado de Mato Grosso.

A multa é decorrente de ação fiscalizadora realizada pela Agência no segundo semestre de 2019, quando foram observadas irregularidades em aspectos comerciais da empresa.

Segundo o coordenador Regulador de Energia da Agência, Thiago Bernardes, um dos assuntos abordados pela fiscalização, diz respeito ao processo de faturamento, a fiscalização da Ager constatou que a empresa procedeu faturamentos por estimativa de consumo sem amparo nas regras do setor elétrico.

“As condições gerais de fornecimento permitem que, em determinadas situações, o faturamento ocorra por estimativa de consumo, conhecido como faturamento por média, entretanto, verificou-se casos em que a empresa procedia o faturamento por estimativa de consumo em situações não previstas nas normas, sendo, portanto, consideradas irregulares”, explicou.

Leia mais:  Seduc repassa aos municípios R$ 1,4 milhão para transporte escolar

Outros aspectos também foram objetos da multa, onde foram observadas, por parte da Energisa a exigência descabida de documentos aos consumidores para alteração de titularidade de unidades consumidoras com débitos, irregularidades no processo de recuperação de consumo em razão de irregularidade ou deficiência técnica na medição e irregularidades na suspensão de fornecimento de energia elétrica por inadimplência do consumidor.

“Os assuntos tratados nesta fiscalização tiveram como subsídios as ações de fiscalizações anteriores, reclamações de consumidores, bem como demandas apresentadas pela Ouvidoria da Ager, pela Secretária adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon-MT) e Conselho de Consumidores (Concel-MT)”, finaliza o Coordenador.

A empresa foi notificada da penalidade e apresentou recurso administrativo pleiteando a revisão da multa. O recurso interposto pela Energisa Mato Grosso será julgado pela Diretoria Executiva Colegiada da Agência Reguladora. Após o julgamento, ainda caberá novo recurso que será julgado, em última instância, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

A Ager mantém convênio com a ANEEL e exerce, no Estado de Mato Grosso, as atividades de fiscalização dos serviços de geração e distribuição de energia elétrica, bem como a atividade de mediação e ouvidoria setorial. Os consumidores de energia elétrica que já reclamaram na Energisa e não tiveram resposta ou não concordarem com o posicionamento da empresa, podem registrar a sua reclamação na Ouvidoria da Agência de Regulação pelo número 0800 827 0167.

Leia mais:  Sistema nacional de energia vai operar com bandeira vermelha patamar 1 em novembro
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana