Esportes

STJD não homologa resultado de Náutico x Paysandu e julgará impugnação do jogo

Publicado

Náutico passou pelo Paysandu após pênalti polêmico arrow-options
Reprodução/Instagram

Náutico passou pelo Paysandu após pênalti polêmico

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) confirmou o recebimento do pedido de impugnação da partida entre Náutico e Paysandu, que resultou no acesso do time pernambucano à Série B do Campeonato Brasileiro. Em despacho, o presidente do Tribunal, Paulo César Salomão Filho, determinou que a CBF não homologue a partida.

Leia também: Cris Brittes, mulher do assassino de Daniel, deixa prisão após desabafar à juíza

Após o jogo, realizada no dia 8 de setembro, o Paysandu entrou com o pedido de impugnação alegando que o time foi prejudicado pelo árbitro Leandro Vuaden , que marcou um pênalti polêmico a favor do Náutico aos 49 minutos do segundo tempo. O pedido de impugnação por parte do Paysandu teve o apoio da Federação Paraense de Futebol.

Vuaden assinalou o pênalti após a bola tocar na mão do jogador Uchôa. O Náutico converteu a penalidade, empatou o jogo em 2 a 2 e levou a decisão para a disputa de pênaltis. Nela, o Timbu saiu vencedor e garantiu o acesso à Série B do Brasileirão.

Leia mais:  Van Dijk é eleito o melhor da Europa; goleiro Alisson fica entre os melhores

A alegação do Paysandu é de que o árbitro cometeu “grave erro de direito ao marcar erroneamente um tiro penal”. Embora tenha acatado o pedido para o julgamento da impugnação, o STJD não irá paralisar a Série C, que está na fase semifinal. Ainda não há data para o julgamento do caso. O Náutico terá dois dias para se manifestar sobre a decisão do STJD.

STJD aceita pedido para julgamento da impugnação do jogo entre Náutico e Paysandu arrow-options
Reprodução/STJD

STJD aceita pedido para julgamento da impugnação do jogo entre Náutico e Paysandu


Após a decisão desta sexta-feira, o presidente do Paysandu, Ricardo Gluck Paul, se mostrou confiante sobre o desfecho do caso: “A gente se sente bastante recompensado por ir pessoalmente após o jogo cuidar disso. O STJD reconhece uma infração válida e a partir do momento que o processo é encaminhado já é uma vitória. Agora terá um julgamento justo com nove auditores e vamos esperar”, declarou o mandatário ao site “Diário Online”.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Campeões do 1º turno do Brasileirão só não levaram o título 4 vezes desde 2003

Publicado

Flamengo foi campeão do primeiro turno do Brasileirão de 2009 arrow-options
CONMEBOL/TWITTER

Flamengo foi campeão do primeiro turno do Brasileirão de 2009

O Flamengo conquistou, neste sábado, o título simbólico do primeiro turno do Brasileirão de 2019 ao derrotar o Santos por 1 a 0 , no Maracanã, gol de Gabigol – o rubro-negro ficou com 42 pontos na primeira metade do Campeonato Brasileiro.

Leia também: Jogo do futebol brasileiro com 2 árbitros em campo? Já aconteceu e foi sucesso

No Brasileirão de pontos corridos, desde 2003, um clube que faturou o primeiro turno só não foi campeão ao final da competição em apenas quatro oportunidades.  Nas outras 12, o time que liderou a primeira metade conseguiu sagrar-se campeão nacional.

Leia também: Ronaldinho Gaúcho vai pagar R$ 6 milhões para ter passaporte de volta

No ano passado, por exemplo, o São Paulo liderou nas primeiras 19 rodadas, mas caiu de rendimento nas 19 rodadas restantes e acabou ficando na 5ª colocação. Os outros anos em que o líder do turno não manteve o embalo no returno são 2008 (Grêmio), 2009 (Inter) e 2012 (Atlético-MG).

Leia mais:  Van Dijk é eleito o melhor da Europa; goleiro Alisson fica entre os melhores

Os campeões do 1º turno do Brasileirão de pontos corridos e a campanha final:

  • 2003 –  Cruzeiro campeão do 1º turno (47 pontos) – Campeão
  • 2004 – Santos campeão do 1º turno (41 pontos) – Campeão
  • 2005 – Corinthians campeão do 1º turno (42 pontos) – Campeão
  • 2006 – São Paulo campeão do 1º turno (38 pontos) – Campeão
  • 2007 – São Paulo campeão do 1º turno (39 pontos) – Campeão
  • 2008 – Grêmio campeão do 1º turno (41 pontos) – 2º colocado (São Paulo campeão)
  • 2009 – Internacional campeão do 1º turno (37 pontos) – 2º colocado (Flamengo campeão)
  • 2010 – Fluminense campeão do 1º turno (38 pontos) – Campeão
  • 2011 – Corinthians campeão do 1º turno (37 pontos) – Campeão
  • 2012 – Atlético-MG campeão do 1º turno (43 pontos) – 2º colocado (Fluminense campeão)
  • 2013 – Cruzeiro campeão do 1º turno (40 pontos) – Campeão
  • 2014 – Cruzeiro campeão do 1º turno (43 pontos) – Campeão
  • 2015 – Corinthians campeão do 1º turno (40 pontos) – Campeão
  • 2016 – Palmeiras campeão do 1º turno (36 pontos) – Campeão
  • 2017 – Corinthians campeão do 1º turno (47 pontos) – Campeão
  • 2018 – São Paulo campeão do 1º turno (41 pontos) – 5º colocado (Palmeiras campeão)
  • 2019 – Flamengo campeão do 1º turno (42 pontos) – ???
Leia mais:  Kyra Gracie fala do Jiu-Jitsu feminino: “É obrigação ensinar as mulheres”

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Verdão tem trabalho no maior teste com Mano, mas vence a 3ª e sobe

Publicado

Lance

jogador comemora gol arrow-options
Cesar Greco/Palmeiras/Divulgação

Verdão tem trabalho no maior teste com Mano, mas vence a 3ª e sob



Novo vice-líder do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras venceu a terceira partida com Mano Menezes no principal teste desde a chegada do técnico. O triunfo por 1 a 0 no Allianz Parque teve o estilo de jogo que o comandante gosta, mas que ainda apresenta dificuldades em sua implantação.

Durante todo o tempo, o Verdão teve mais posse de bola, só que na primeira metade teve problemas para criar, com lentidão para troca de bola entre os homens de frente e abuso nos cruzamentos. A única finalização no gol antes do intervalo foi decisiva: o gol de Bruno Henrique.

Leia mais: Willian elogia trabalho de Mano no Palmeiras: ‘Tem tudo para dar certo’

O lance do gol foi do jeito que Mano gosta: sem pressa, Dudu passou para Marcos Rocha, que cruzou rasteiro; Luiz Adriano foi mais esperto que a defesa cruzeirense, e o camisa 19 completou para o fundo da rede. Posse de bola, passagem de lateral e conclusão na área, como pede o chefe.

Leia mais:  Demitido da ESPN Brasil, Rafael Oliveira é o novo comentarista do DAZN

Este foi um balde de água fria no Cruzeiro, que teve duas excelentes chances para abrir o placar, mas Weverton fez importantes defesas em seguida. Após o intervalo, com o Palmeiras mais organizado, o time visitante não conseguiu mais incomodar o goleiro alviverde e sofria seguidos sustos em contragolpes.

Se errou demais as jogadas individuais no primeiro tempo, Dudu deitou e rolou quando ficou fixado no lado direito, na etapa final. Gustavo Gómez, marcando de perto Fred e Sassá, Vitor Hugo e Felipe Melo tiveram grandes atuações.

Depois de vencer Goiás e Fluminense, Mano Menezes enfrentou no sábado o rival mais complicado, comandado por ele até o início de agosto. Com o terceiro triunfo seguido, o time encerra o primeiro turno com 39 pontos e a três do Flamengo, primeiro colocado.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana