Mato Grosso

“Vocês podem chegar onde quiserem”, diz comandante aos alunos da Escola Tiradentes

Publicado

Na palestra que proferiu na aula inaugural do ano letivo na Escola Estadual Militar Tiradentes de Cuiabá, intitulada ‘Escolas Militares, Caminhos e Possibilidades’, o comandante geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, destacou a importância da disciplina e do esforço na busca pelo conhecimento.

“Inteligência é importante, mas a disciplina e o esforço diário podem fazer vocês chegar onde quiserem. Todos nós somos capazes e podemos potencializar nossas capacidades para atingirmos metas, objetivos”, ensinou Assis.

Para uma platéia de estudantes com idade entre 15 e 17 anos, o comandante da PM observou que é necessário aprender a não se frustrar com as dificuldades e seguir se empenhando. “A escola militar dá a oportunidade, vocês devem aproveitá-la”, completou. Os estudantes também ouviram sobre respeito e valorização dos professores. “Os professores devem ter a nossa deferência sempre”, acrescentou.

Além de uma palestra informal, interagindo com o os estudantes, o comandante da Polícia Militar homenageou autoridades, professores, instrutores e ex-alunos da Escola Tiradentes de Cuiabá. Entre os homenageados estava o ex-comandante geral, coronel Dival Pinto Martins, fundador da primeira escola Tiradentes, criada em Cuiabá há 30 anos. Dival Martins recebeu a moeda comemorativa dos 184 anos da PMMT, celebrados em 2019.

Ex-comandante geral coronel Dival, criador da primeira escola militar, homenageado pelo comandante atual coronel Assis(Foto: Sd Elias/PMMT)

Também foram homenageados com o mesmo símbolo professores civis, monitores militares, alunos e ex-alunos. Depois de receber a ‘moeda’ o professor de Matemática e presidente do Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar José Gonçalo da Silva observou que disciplina é fundamental. “Não falamos de disciplina somente em relação ao comportamento, mas na administração da vida escolar, na busca pelo conhecimento, em tudo que fazemos”, pontuou José Gonçalo.

Os estudantes também ouviram depoimentos de ex-alunos do Tiradentes de Cuiabá que hoje fazem curso em faculdades públicas do país, como estudante de Medicina Hyan Apolinário. Hyan concluiu o ensino médio na escola militar em 2017 e foi aprovado no curso mais concorrido em duas federais, de Minas Gerais e do Piauí.

O evento também reuniu o comandante geral adjunto coronel Cruz, o chefe de Estado Maior coronel Rodrigues, o comandante do 2º CR, coronel Marcos Sovinski e os tenentes-coronéis Wellington, que reponde pela Diretoria de Ensino da PM, Evandra, diretora da Escola Tiradentes de Cuiabá, entre outros oficiais.    

Aprovações

Dados preliminares apontam que 155 estudantes de Escolas Estaduais Militares Tiradentes mato-grossenses que fizeram o Enem 2019 foram aprovados em universidades públicas como Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), entre outras.

Somente da Escola Tiradentes de Cuiabá o primeiro levantamento apontou 100 aprovações em cursos como Medicina, Direito, Engenharia Civil, Ciências da Computação, entre outros.

A PM, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação(Seduc), tem sete escolas Tiradentes sediadas nos municípios de Cuiabá, Nova Mutum, Juara, Lucas do Rio Verde, Confresa, Sorriso e Rondonópolis.

Professores civis e monitores militares receberam homenagem do Comando da PM em aula ianaugural em Cuiabá

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Governo apresenta Projeto de Lei de gestão patrimonial enviado para a Assembleia

Publicado

O Governo do Estado realizou uma audiência pública nesta segunda-feira (10) com representantes de sindicatos, associações e igrejas, para esclarecer pontos do Projeto de Lei que enviou à Assembleia Legislativa e que irá regulamentar as cessões, doações, concessões, alienações e que criará regras de transição para quem já recebeu terrenos públicos do Estado.

O Projeto de Lei que está tramitando na Assembleia irá disciplinar de forma organizada e sistemática todos os instrumentos jurídicos utilizados para a gestão patrimonial dos bens públicos da administração, inclusive, os que foram doados através de atos administrativos, e hoje são alvo de ações judiciais.

O Estado de Mato Grosso tem atualmente 33 imóveis que foram doados ou cedidos de forma irregular, e a nova legislação virá para regulamentar estas situações. Mas o governador Mauro Mendes deixou claro durante a audiência que o intuito não é prejudicar essas entidades, que em sua maioria já fizeram investimentos nos imóveis.

“Criamos regras de transição para que nenhuma dessas entidades tenham prejuízos daquilo que foi investido nesses terrenos. Criamos mecanismos para resolver essas situações que estão postas”, disse.

De acordo com o titular da Seplag, Basílio Bezerra, o Projeto de Lei nº 26/2020 visa regulamentar toda a movimentação do patrimônio público, incluindo bens móveis e imóveis e aqueles que são objetos de doações e cessões.

“Estamos trazendo critérios para que daqui pra frente isso seja feito de forma transparente e republicana e, principalmente, com muita robustez jurídica para que mais adiante essas cessões ou doações não sejam alvos de questionamentos”, disse.

Para o presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sinjusmat), Rosenwal Rodrigues, a iniciativa do governo em chamar as entidades para comunicar sobre o envio do PL à Assembleia foi muito positiva.

“Nós fizemos um investimento muito alto em nossas sedes e hoje estamos sendo alvo de ações judiciais e isso tem nos causado muita insegurança em continuar investindo nesses locais. Mas o governo de maneira inteligente se antecipou, conversou com o Ministério Público e enviou esse PL na busca de regulamentar essas situações”, elogiou.

Atualmente não há ordenamento jurídico que reúna todos os instrumentos jurídicos utilizados para a gestão patrimonial de bens públicos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Secretaria de Infraestrutura e Logística não terá expediente nesta sexta-feira (14)

Publicado

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) informa que nesta sexta-feira (14.02) não haverá expediente em virtude de manutenção na rede elétrica do prédio.

O atendimento retorna normalmente na próxima segunda-feira (17.02), das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. A Sinfra está localizada na Avenida Dr. Hélio Hermínio Ribeiro Torquato da Silva, S/N – Centro Político Administrativo, Cuiabá – MT.

Mais informações: (65) 3613-0555/0556

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana