Policia Federal

Operação Nicotina combate contrabando cigarros em Minas Gerais

Publicado

Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (13/8), a Operação Nicotina, para combater esquema de contrabando de cigarros praticado por quadrilha especializada no comércio ilícito de cigarros de origem estrangeira.

Foram cumpridos cinco mandados judiciais de prisão preventiva e cinco mandados judiciais de busca e apreensão, nas cidades mineiras de Belo Horizonte, Conselheiro Lafaiete e Desterro de Entre Rios. Todos os mandados foram expedidos pela 9ª Vara da Justiça Federal em Belo Horizonte. Houve a apreensão de quatro veículos, uma motocicleta e uma arma de fogo.

As investigações tiveram início há um ano, com base em informações oriundas da Polícia Civil e da Polícia Militar de Minas Gerais. A PF apurou que a organização tinha sede em Conselheiro Lafaiete e contava com fornecedores naquela região e em Belo Horizonte, atuando nesses dois polos e em diversos outros municípios. Os fornecedores e distribuidores se auxiliavam mutuamente, de forma associada, praticando a atividade delituosa há muitos anos. Muitos deles já foram presos em flagrante por tal crime várias vezes.

A Polícia Federal passou a atuar no caso devido ao crime de contrabando ser de atribuição investigativa da União, delito que atinge múltiplos bens jurídicos tutelados: administração pública; saúde pública; economia; e mercado de consumo.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de contrabando e associação criminosa, podendo cumprir até 8 anos de prisão, caso sejam condenados.

Haverá coletiva de imprensa, às 10h30, na sede da Polícia Federal em Belo Horizonte (Rua Nascimento Gurgel, 30, Gutierrez).

 

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

Contato: (31) 3330-5270

 

Comentários Facebook
publicidade

Policia Federal

PF combate invasão de terras da União

Publicado

Porto Velho/RO – A Polícia Federal deflagrou na terça-feira (15/10) a Operação Padre Ezequiel, com o objetivo de reintegrar a posse de terras do assentamento Padre Ezequiel, no município Mirante da Serra/RO. A operação contou com a atuação conjunta de diversos órgãos. Além da PF, atuaram a PM do estado de Rondônia, o Incra, servidores da Justiça Federal entre outros.

De acordo com o que consta em processo que tramita na Vara Federal de Ji-Paraná/RO, o assentamento é objeto de invasão realizada por indivíduos que, após o desmatamento da área, promoviam o loteamento e comercialização da terra.

A operação de hoje faz parte de um conjunto de ações da PF com foco no combate ao desmatamento e invasões de terras pertencentes à União.

 

Fone: (69) 3216-6242 / 6270
E-mail: [email protected]

Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

PF combate fraudes e apura desvios de recursos públicos no RN

Publicado

Natal/RN – A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (4/11), na Região Metropolitana de Natal, a Operação Boca da Mata destinada a apurar fraudes a dispensas em licitações e desvio de recursos públicos ocorridos no município de Ceará-Mirim/RN.

Cerca de 30 policiais federais cumprem seis mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela 15ª Vara Federal.

A ação é um desdobramento da operação Guaraíras, deflagrada em setembro do ano passado, e que apurou o surgimento de indícios de fraude na contratação do serviço de transporte por parte da prefeitura daquela cidade.

As diligências de hoje visam reunir provas dos fatos sob investigação e esclarecer se houve pagamento de vantagem indevida a servidores públicos.

De acordo com o que foi apurado nos levantamentos feitos desde 2018, restou demonstrado ter acontecido ajuste indevido para a contratação do serviço de transporte escolar e de saúde no citado município.

(*) O nome da operação é uma referência a cidade onde teriam ocorrido os fatos sob suspeita.

 

                            

                               Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Norte

                                                                                        [email protected] | @pfnorn | www.pf.gov.br

                                                                                                            (84) 3204.5588

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana