Polícia MT

Polícia Civil cumpre prisão de foragido da Justiça por duplo homicídio

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Mais um fugitivo da Justiça com três mandados judiciais de prisão em aberto, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de terça-feira (20.08), em Cuiabá, durante ação deflagrada pela Gerência Estadual de Polinter e Capturas.

Benedito da Silva Soares, 30, conhecido como “Ditinho”, estava com uma ordem de prisão preventiva decretada pela 12ª Vara Criminal da Capital, além de outros dois mandados de prisão pendentes de cumprimentos, expedidos pelos juízos das Varas Criminais da Comarca de Cuiabá.

Com extensa ficha criminal, Benedito é acusado de um duplo homicídio e de tráfico de drogas, bem como é investigado por incorrer em delitos de resistência a prisão, uso de entorpecentes, entre outros. Por ter conhecimento dos mandados de prisão, o suspeito tinha o costume de usar o nome do irmão, devido à semelhança dos dois e para não ser descoberto pela polícia.

Um dos crimes cometidos pelo suspeito foi um duplo homicídio com requinte de crueldade, ocorrido na noite de 03 de abril de 2011, no bairro Santa Inês. As vítimas, João Silva de Oliveira e Reinaldo Eduardo Ribeiro, foram assassinadas, após serem violentamente atingidas por golpes de pedaço de madeira, e disparos de arma de fogo.

Na época, o inquérito instaurado pela Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), foi presidido pela delegada Silvia Maria Pauluzzi (atualmente delegada titular da Polinter), que identificou, Benedito da Silva Soares como um dos autores.

Com base na investigação, foi representdo pelo pedido de prisão preventiva do acusado. Com a ordem judicial, os investigadores do Núcleo de Capturas passaram a diligenciar com objetivo de levantar o paradeiro do procurado.

No decorrer das diligências, os policiais civis da Polinter lograram êxito em surpreender e prender o suspeito na terça-feira (20), no bairro Sol Nascente. Ao ser localizado pilotando uma motocicleta, Benedito tentou resistir a abordagem.

Na entrevista, o procurado assumiu que estava há mais de oito anos foragido da Justiça. Levado à Polinter, o preso foi ouvido e contou que as vezes em que era abordado na rua, fornecia os dados e se fazia passar pelo seu irmão.

Após as providências necessárias para cumprimento dos mandados, o preso foi apresentado para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia MT

Barbudo recebe prêmio em categoria Ótimo Parlamentar

Publicado

Deputado mais votado em 2018, bolsonarista está em 1º lugar dentre os federais de Mato Grosso.

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) será premiado na categoria “Ótimo Parlamentar”, em cerimônia no dia 08 de dezembro, em Brasília. O prêmio será entregue pela organização Ranking Político, uma plataforma digital que avalia a atuação de deputados federais e senadores.

Em julho deste ano, Barbudo já havia sido notícia devido ao seu primeiro lugar em Mato Grosso dentre os deputados. O parlamentar, o mais bem votado de 2018 no Estado com 126.249 votos, aparece com 7,51 pontos.

Nacionalmente, Barbudo figura em 57º lugar e é o número 1 em votos com o Governo Bolsonaro. Vale lembrar que o Congresso Nacional é composto de 594 parlamentares, sendo 81 senadores e 513 deputados federais. A pontuação do Ranking Político é definida de acordo com informações obtidas em fontes oficiais como os sites da Câmara, do Senado e dos Tribunais de Justiça.

A organização ainda segue o que chama de três pilares: antiprivilégios (as votações), antidesperdício (presenças e economia de verbas) e anticorrupção (ficha limpa). Para entender os critérios, acesse https://www.politicos.org.br/CriteriosAvaliacao.

No caso de Barbudo, também vale lembrar que o parlamentar vem em uma constante nesta posição, como primeiro de Mato Grosso. “O número e a boa avaliação, ao meu ver, é reflexo do meu trabalho e da minha defesa do povo mato-grossense. Sou o único parlamentar que vota 100% com o presidente Jair Bolsonaro e este ranking mostra que estou no caminho certo: é só o povo verificar quem do nosso Estado está lá embaixo”, cutucou.

Veja o Ranking Político aqui: https://www.politicos.org.br/Ranking

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Barbudo desmente voto em “fundão eleitoral” de R$ 6 bilhões

Publicado

Manobra do relator fez com que votação de fundo fosse incluída na pauta da LDO

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL-MT) vem a público esclarecer que é veemente contra o aumento do chamado Fundão Eleitoral em R$ 6 bilhões. O parlamentar informa que durante a votação desta quinta-feira (15.06), em que estava na pauta a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022, houve uma manobra para incluir o “fundão”.
“Eu jamais, jamais, compactuaria com a votação deste fundão. A comissão de orçamento colocou a votação deste abusivo e absurdo aumento do Fundão Eleitoral juntamente com a LDO e nós, deputados, não pudemos votar as duas pautas de forma separada”, explica Barbudo.
O deputado também esclarece que a sessão não ocorreu conforme os deputados contrários ao fundão gostariam. “Não houve votação nominal específica para o fundão como gostaríamos que houvesse. Só que votar contra a LDO reflete na governabilidade e obviamente trava o Governo Federal. Foi tudo muito bem articulado, calculado e feito de uma forma suja, da qual jamais compactuaria. Cabe esclarecer também que diante da não votação nominal do destaque, informei de forma oficial meu voto contrário ao fundão, que constará na tramitação do PLN 3/2021”, reforça.
Barbudo relembrou, inclusive, que no início da pandemia do coronavírus já havia se manifestado contrário ao fundão para a eleição. “Quem me conhece sabe que sou correto e meu discurso é uno. Eu jamais votaria para o aumento do Fundão Eleitoral. Aliás, no começo desta pandemia, me pronunciei para que o mesmo fosse destinado no combate à covid-19”.
Na próxima semana, parlamentares contrários ao Fundão Eleitoral, Nelson Barbudo incluso entre eles, devem buscar o presidente Jair Bolsonaro para que o mesmo vete a aprovação deste valor.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana