Polícia MT

Sesp deflagra operação na zona rural dos 141 municípios de Mato Grosso

Publicado

A ação integrada segue até o mês de setembro com fiscalizações nas principais vias de acesso

Hérica Teixeira | Sesp-MT 

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) deflagrou nos 141 municípios de Mato Grosso a operação “Zona Rural I”. A ação, que começou na terça-feira (20.08), visa o enfrentamento aos crimes praticados em regiões rurais, a exemplo de roubo e furto de animais, agrotóxicos, cargas, implementos agrícolas, dentre outros. A operação integrada segue até o mês de setembro.

A ação preventiva e repressiva é coordenada pela adjunta de Integração Operacional (Saiop) da Sesp e contempla as 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps). Compõem o efetivo da operação profissionais da Polícia Militar (PM) e Polícia Judiciária Civil (PJC).

O secretário da Saiop, coronel PM Victor Fortes, destaca que a operação integrada é para reforçar o policiamento na zona rural. Neste período, as forças de segurança vão realizar barreiras nas vias de acessos, abordagens e visitas as propriedades rurais.

“Nosso objetivo é fortalecer o policiamento fora da zona urbana com ações preventivas e repressivas. Nossos policiais já atuam de forma efetiva nas cidades. De forma integrada, a Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil vão atuar dentro da necessidade de cada município com ações nas principais regiões”, enfatiza.

São denominadas cidades polos de cada Risp, de um a 15, Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Cáceres, Tangará da Serra, Juína, Alta Floresta, Vila Rica, Primavera do Leste, Pontes e Lacerda, Água boa, Nova Mutum e Guarantã do Norte.

Operações Integradas

De janeiro a julho, a Secretaria de Segurança Pública realizou 48 operações integradas atendendo 137 municípios. Foram cumpridos 302 mandados de busca e apreensão, 157 mandados de prisão, internação cautelar e prisão temporária cumpridos, 528 flagrantes delitos, 103 armas de fogo apreendidas, 147 veículos recuperados e 604 pessoas conduzidas à delegacia ou presas.

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia MT

Barbudo recebe prêmio em categoria Ótimo Parlamentar

Publicado

Deputado mais votado em 2018, bolsonarista está em 1º lugar dentre os federais de Mato Grosso.

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) será premiado na categoria “Ótimo Parlamentar”, em cerimônia no dia 08 de dezembro, em Brasília. O prêmio será entregue pela organização Ranking Político, uma plataforma digital que avalia a atuação de deputados federais e senadores.

Em julho deste ano, Barbudo já havia sido notícia devido ao seu primeiro lugar em Mato Grosso dentre os deputados. O parlamentar, o mais bem votado de 2018 no Estado com 126.249 votos, aparece com 7,51 pontos.

Nacionalmente, Barbudo figura em 57º lugar e é o número 1 em votos com o Governo Bolsonaro. Vale lembrar que o Congresso Nacional é composto de 594 parlamentares, sendo 81 senadores e 513 deputados federais. A pontuação do Ranking Político é definida de acordo com informações obtidas em fontes oficiais como os sites da Câmara, do Senado e dos Tribunais de Justiça.

A organização ainda segue o que chama de três pilares: antiprivilégios (as votações), antidesperdício (presenças e economia de verbas) e anticorrupção (ficha limpa). Para entender os critérios, acesse https://www.politicos.org.br/CriteriosAvaliacao.

No caso de Barbudo, também vale lembrar que o parlamentar vem em uma constante nesta posição, como primeiro de Mato Grosso. “O número e a boa avaliação, ao meu ver, é reflexo do meu trabalho e da minha defesa do povo mato-grossense. Sou o único parlamentar que vota 100% com o presidente Jair Bolsonaro e este ranking mostra que estou no caminho certo: é só o povo verificar quem do nosso Estado está lá embaixo”, cutucou.

Veja o Ranking Político aqui: https://www.politicos.org.br/Ranking

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Barbudo desmente voto em “fundão eleitoral” de R$ 6 bilhões

Publicado

Manobra do relator fez com que votação de fundo fosse incluída na pauta da LDO

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL-MT) vem a público esclarecer que é veemente contra o aumento do chamado Fundão Eleitoral em R$ 6 bilhões. O parlamentar informa que durante a votação desta quinta-feira (15.06), em que estava na pauta a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022, houve uma manobra para incluir o “fundão”.
“Eu jamais, jamais, compactuaria com a votação deste fundão. A comissão de orçamento colocou a votação deste abusivo e absurdo aumento do Fundão Eleitoral juntamente com a LDO e nós, deputados, não pudemos votar as duas pautas de forma separada”, explica Barbudo.
O deputado também esclarece que a sessão não ocorreu conforme os deputados contrários ao fundão gostariam. “Não houve votação nominal específica para o fundão como gostaríamos que houvesse. Só que votar contra a LDO reflete na governabilidade e obviamente trava o Governo Federal. Foi tudo muito bem articulado, calculado e feito de uma forma suja, da qual jamais compactuaria. Cabe esclarecer também que diante da não votação nominal do destaque, informei de forma oficial meu voto contrário ao fundão, que constará na tramitação do PLN 3/2021”, reforça.
Barbudo relembrou, inclusive, que no início da pandemia do coronavírus já havia se manifestado contrário ao fundão para a eleição. “Quem me conhece sabe que sou correto e meu discurso é uno. Eu jamais votaria para o aumento do Fundão Eleitoral. Aliás, no começo desta pandemia, me pronunciei para que o mesmo fosse destinado no combate à covid-19”.
Na próxima semana, parlamentares contrários ao Fundão Eleitoral, Nelson Barbudo incluso entre eles, devem buscar o presidente Jair Bolsonaro para que o mesmo vete a aprovação deste valor.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana