Mulher

Tendências de decoração vistas na ABCasa Fair

Publicado

A ABCasa – Associação Brasileira de Artigos para Casa, Decoração, Presentes, Utilidades Domésticas, Festas e Flores – reúne mais de 600 empresas de todo o país, incluindo fabricantes, importadoras e artesãos. Nos meses de fevereiro e julho, na cidade de São Paulo, a associação promove a Abcasa Fair, sétima maior feira de artigos para casa e decoração do mundo.

Leia também: Dicas sobre receber em casa – Entrevista com Claudia Pixu

objeto com estampa arrow-options
Isabela Azevedo

A ABCasa Fair apresenta as principais tendências de artigo para casa e decoração

Na feira, as principais empresas do segmento de utilidades domésticas e decoração apresentam seus lançamentos e apostas para conquistar o consumidor final, cada vez mais atento e ávido por novidades. Vale ressaltar, inclusive, que o setor de artigos para casa tem apresentado crescimento expressivo nos últimos anos.

A ABcasa, em parceira com o instituto IEMI – Inteligência de Mercado –, realizou uma pesquisa setorial, publicada em revista divulgada durante a feira, e concluiu que as vendas de artigos para casa e decoração no ano de 2018 cresceu 16,3% em relação ao ano de 2017. Em números absolutos, o setor movimentou R$ 62,9 bilhões contra R$ 54 bilhões em 2017.

Na última edição de 2019, realizada esse mês de agosto, no Expo Center Norte (São Paulo/SP), foi possível observar o lançamento de produtos intimamente ligados às tendências de decoração que estão em destaque no mercado.

Leia também: A importância de fazer refeições em torno da mesa no desenvolvimento de crianças

1. Palha

palha arrow-options
Isabela Azevedo

Palha é tendência na decoração

A utilização de elementos e texturas naturais está em alta, seja no segmento de decoração como na mesa posta. As empresas do segmento têm apostado na confecção de produtos, tais como almofadas, móveis, luminárias e acessórios para mesa, compostos por materiais rústicos como a palha , a juta e o vime. O uso de elementos crus, com uma pegada natural, garante aconchego ao ambiente e representa uma valorização do artesanato local.

Na ABCasa Fair encontrei várias empresas que apostaram nesta tendência e lançaram produtos lindos, daqueles que vão direto para a wishlist.

2. Granilite

objeto com inspiração no revestimento granilite arrow-options
Isabela Azevedo

O revestimento queridinho no segmento de decoração e utilidades

As peças com superfícies marmorizadas estão em alta na decoração, arquitetura e no segmento de mesa posta. É possível encontrar no mercado vários utilitários domésticos com linhas e ranhuras das pedras, o que chamamos de efeitos geológicos das pedras na decoração. 

As peças normalmente são inspiradas em mármore, granilite, granito e ágata. 

Durante a visita a ABCasa Fair encontrei vários objetos inspirados no granilite , revestimento composto por uma base em cimento e pequenos grânulos de minerais diversos como granito e mármore que conferem a característica fragmentada que o representa.

Esse revestimento super durável pode ter ganhado releituras mais modernas, mas é um velho conhecido. No Brasil, na década de 40, era bastante utilizado nos pisos e halls de prédios, casas e estabelecimentos comerciais. No exterior, o revestimento é conhecido como terrazzo e escolhido para conferir um toque vintage aos projetos.

Leia também: Dicas para receber em casa: como fazer uma mesa para fondue

3. Neon

objeto colorido arrow-options
Isabela Azevedo

As cores fluorescentes invadiram o segmento de decoração

As cores neon não invadiram apenas o mundo da moda. No segmento de utilidades domésticas é possível encontrar desde luminárias, vasos, quadros e até louças com cores fluorescentes.

Na década de 80, a luz neon era a principal tendência de moda. Nos últimos anos ganhou releitura e tem se mostrado presente nas decorações de lares com um toque moderninho.

E você, qual das 3 tendências de decoração vistas na ABCasa Fair te representa? 

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Dicas para o mês de novembro

Publicado

Separei algumas dicas para o mês de novembro, um roteiro que transita entre gastrônomia, música, dança, moda e marketing.

Tome nota e aproveite!

Peru Week 2019

Começa hoje (05) até 20 de novembro, em todo o Brasil, a Peru Week 2019, principal campanha de promoção do turismo e da gastronomia do Peru, que esta na 7ª edição e conta com a participação de 73 empresas, só em São Paulo. Para comer, 29 restaurantes especializados na culinária peruana localizados na capital paulista contam com pratos e valores que vão de R$ 47,90 a R$ 110,00 (menu degustação com drink de boas vindas, entrada, prato principal e sobremesa), durante os 16 dias de campanha. Já, para viajar, partindo de São Paulo, 44 operadoras de turismo da cidade tem ofertas para diversos perfis de roteiros, experiências e valores, promovem 88 pacotes de viagens com condições e valores imbatíveis, a partir de USD 499,00.

Leia também: Empreendedores contam como transformaram sonhos e propósito de vida em negócio

Perú Week arrow-options
Foto: Divulgação/PROMPERÚ

Perú Week

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Mulher quase fica cega ao tatuar delineador permanente nos olhos: “Dor imensa”

Publicado

Hannah Hopkins, de 37 anos, costuma viajar muito a trabalho e sempre pega voos nos primeiros horários da manhã. Por causa disso, a britânica, que mora em Oxford, Inglaterra, decidiu tatuar o traço do delineador nas pálpebras, afirmando que facilitaria na hora das viagens. A maquiagem permamente, porém, não saiu como ela esperava.

Leia também: Quase destruí meu rosto”, diz jovem que gastou R$2,2 milhões em plásticas”

Hannah com os olhos machucados arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Hannah queria fazer um delineador permanente, mas o resultado não saiu como ela queria e seus olhos ficaram machucados

Ao Daily Mail , Hannah conta que se sentia muito pressionada para ter uma boa aparência a qualquer hora do dia e o delineador permanente a ajudaria com isso. Além desse procedimento, ela também esperava fazer micropigmentação nos lábios.

Mesmo tendo feito uma “extensa pesquisa” para encontrar um profissional capacitado, ela diz que a primeira impressão não foi das melhores. O responsável pelo procedimento chegou 30 minutos atrasado, a chamou diversas vezes pelo nome errado e não fez uma checagem de seus olhos e lábios antes de começar a maquiagem permanente 

Hannah, que é cega de um olho, pediu para que a mulher tomasse cuidado ao tatuar a pálpebra direita, cujo olho é artificial. A responsável pelo procedimento aplicou, então, um gel gelado sobre as pálpebras da mulher e não permitiu que ela visse um esboço do delineado — o que ela sentiu como outro sinal de que o procedimento não estava acontecendo como deveria.

Segundo ela, o gel aplicado era um anestésico e a profissional explicou que Hannah poderia ficar cega se abrisse os olhos  , informação que não havia sido passada para a paciente. 

Leia também: Após erro de manicure, dedo de mulher incha, fica preto e quase é amputado

Fazer a tatuagem foi como “um filme de terror”

“Assim que ela começou a tatuar, senti uma dor imensa. Tudo o que podia ouvir era a agilha na máquina a milímetros dos meus olhos. Senti como se estivesse em um filme de terror”, lembra Hannah.  “Eu estou acostumara com a dor, porque ja fiz tratamentos estéticos antes, mas essa dor era diferente. Ela continuava limpando meu olhos com lenços, o que eu descobri depois que era porque meus olhos estavam sangrando muito.” 

“Eu pedi que ela parasse porque a dor estava demais e tentei me afastar, mas ela continuava pressionando meu rosto para baixo. Por causa disso, ela puxou minha pápebra direita, o que a deixou deformada”, continua. 

A britânica ainda conta que a mulher lhe disse para “aceitar” a dor e “parar de agir como um bebê”, além de afirmar que não pararia até ter terminado os dois olhos. 

Leia também: 4 casos de preenchimento labial que deram errado e servem de alerta

Resultado inesperado

Hannah ficou chocada quanto se olhou no espelho e viu seus olhos cobertos de sangue e bem inchados, as pálpebras pareciam ter sido “cortadas”. Se não fosse o bastante, ela diz que o traço do delineador permanente também não era como ela queria e um estava diferente do outro. 

Hannah após o tratamento arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Hannah está passando por sessões de remoção de tatuagem após o erro no procedimento

Ela discutiu com a mulher que fez o procedimento, que afirmou que o inchaço iria desaparecer e tentou aplicar corretivo nas feridas para escondê-las.

Então, saiu da clínica sem pagar e “com muita dor” direto para o pronto socorro de um hospital próximo de onde mora. 

Segundo os médicos, os “cortes” nas pálpebras provavelmente aconteceram porque Hannah tem “o tipo errado de pálpebra para esse tratamento”, afirmando que a responsável deveria ter parado a tatuagem assim que o sangramento começou. 

Depois da experiência, Hannah afirma que foi diagnosticada com estresse pós-traumático.

Ela denunciou a responsável pelo procedimento por lesão corporal e ganhou a causa na justiça da Inglaterra, especialmente após descobrir que a mulher não tinha licença, mas não recebeu o dinheiro do processo.

Agora, ela está pagando 650 libras esterlinas (cerca de R$3345) em cada sessão de remoção do delineador permanente. No total, ela precisará de 10 sessões e, após isso, poderá fazer um tratamento para o dano que teve nos olhos. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana