CORONAVÍRUS

Apresentador Chico Telo está na UTI com Covid

Publicado

O apresentador de TV, Claudiomiro Henrique Vieira, conhecido como Chico Tello, está internado com quadro grave de Covid-19 em Nova Mutum, município onde atua. Segundo informações, ele foi internado no início da última semana e precisou ser transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) com pulmões 75% comprometidos.

Chico Telo tem mais de 20 anos de atuação no jornalismo em Mato Grosso e há vários anos está em Nova Mutum. No município, é o apresentador do Balanço Geral, da TV Cidade (afiliada da Record).

Comentários Facebook
publicidade

CORONAVÍRUS

Mato Grosso recebe 96.860 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira (26)

Publicado

O Ministério da Saúde informou ao Estado o envio de 96.860 doses de vacinas para a imunização dos grupos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19. As novas remessas chegarão em Mato Grosso às 01h50 e às 15h30 de quarta-feira (26.05), no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, por voos da Azul e da Latam.

Para Mato Grosso, serão enviadas 87.500 doses da AstraZeneca, que devem chegar durante a madrugada, e 9.360 doses da vacina Pfizer, que chegarão à tarde.

De acordo com o Informe Técnico do Programa Nacional de Imunizações, as unidades da AstraZeneca poderão ser utilizadas em trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades ou deficiência permanente, trabalhadores de transporte aéreo, trabalhadores portuários e forças armadas, de segurança e salvamento.

As doses da Pfizer serão direcionadas especificamente às pessoas com comorbidades ou deficiência permanente.

Para a vacina AstraZeneca, o prazo de aplicação da segunda dose é de até 90 dias; já para a vacina Pfizer, o prazo é de até 12 semanas.

O detalhamento para cada público poderá ser acessado na resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), divulgada após a chegada dos imunizantes.

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes, no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

]Simultaneamente à operação logística, as equipes administrativas trabalham na resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB), colegiado que oficializa o quantitativo de doses a ser destinado para os 141 municípios.

Mato Grosso já recebeu 1.209.990 doses de imunizantes contra a Covid-19 e aguarda a chegada da nova remessa.

Fonte: Ana Lazarini SES-MT – Foto: Secom

Comentários Facebook
Continue lendo

CORONAVÍRUS

Covid-19: MT registra 8 variantes detectadas e teme entrada de cepa indiana

Publicado

Médicos e as autoridades públicas de todo país têm demonstrado preocupação com a possível chegada da variante B.1617, originada na Índia e que teria capacidade de transmissão maior do que a cepa original do novo coronavírus.

Em Mato Grosso, não é diferente, especialmente, em um momento que se registra crescimento de novos casos e da taxa de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) exclusivas para Covid-19.

Na terça-feira (25), o governador Mauro Mendes (DEM) disse que, provavelmente, a variante já circula pelo país.

“Foi um descuido gigante. Nós deveríamos ter isolado as pessoas de origem da Índia para evitar que entrasse no nosso país, o que pode fazer um estrago gigantesco na súde, na vida e na economia deste país”, afirmou Mendes, em entrevista ao programa “Manhã Bandeirantes”, com Jose Luiz Datena”.

“Quando mais o vírus circula, quanto mais as pessoas se contaminam, essa transmissão em alta escala gera essa probabilidade de mutação e de surgirem novas cepas. E algumas, podem vir com efeitos a nível de contaminação e até de letalidade maior que essas que já vivenciamos”, completou.

No país, pelo menos três estados já têm casos suspeitos da cepa indiana: Pará, Ceará e Maranhão.

Como saída dessa crise sanitária, Mendes lembrou que a vacinação da população em massa é o caminho apontado pela ciência.

Por isso, ainda não desistiu de adquirir a vacina russa Sputnik V, que foi vetada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Ajudaria muito o Brasil e o nosso Estado. E, a partir do momento em que recebêssemos (a Sputnik), iria liberar doses (do PNI) para outros estados”, disse.

“Eu não desisti. Nós não vamos desistir. Como você diz, tem alguma coisa errada naquela Anvisa. Não é possível que a burocracia é mais importante do que salvar vidas. Acho que a Anvisa tinha que cair para dentro, ao invés de exigir papel aqui, papel acolá, volta lá (na Rússia) e faz a inspeção. Agora, não dá para colocar burocracia em primeiro lugar e deixar milhões de brasileiros sofrendo e morrendo todo dia”, completou.

Segundo Mendes, os lotes do imunizante previstos para o Estado viriam direto da Rússia e atenderiam 1,2 milhão de mato-grossenses.

Ao todo, foram adquiridas 37 milhões de doses pelo Consórcio da Amazônia e do Nordeste.

“Se vai ou ter uma terceira onda, é ruim até falar sobre isso, mas contra dados não há argumentos e o nível de contaminação está crescendo no país inteiro. No nosso Estado, voltou a crescer. A taxa de ocupação das UTIs, que ficou por um tempo acima de 90% e começou a cair nas últimas semanas, atingido algo em torno de 74% e 73%, agora voltou a crescer e está acima de 80% novamente. Mas, é fato que a contaminação está crescendo no nosso Estado e, pelos números divulgados, está crescendo no país. Então, tem algo de diferente voltando a acontecer”, disse o governador.

No Estado, já foram detectadas oito variantes do coronavírus.

O levantamento é resultado da análise de 52 amostras de 23 municípios de diferentes regiões, de casos notificados no IndicaSUS e de pacientes em UTIs.

Do total analisado, 24 pacientes morreram. As análises apontam a existência das variantes B.1.1, B.1.1.28, B.1.1.332, B.1.206, B.6.7, N.9, P.1 e P.2.

As mutações foram detectadas em Aripuanã, Barra do Garças, Cáceres, Campo Novo dos Parecis, Chapada dos Guimarães, Comodoro, Cuiabá, Curvelândia, Feliz Natal, Indiavaí, Jangada, Marcelândia, Nossa Senhora do Livramento, Nobres, Nova Lacerda, Nova Olímpia, Pontes e Lacerda, Poconé, São José Quatro Marcos, Tangará da Serra, Tapurah, Várzea Grande e Vila Bela da Santíssima Trindade.

A Secretaria de Estado de Saúde notificou, até a tarde desta terça-feira (25), 397.614 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

Dentre os dez municípios com maior número de casos estão: Cuiabá (84.210), Rondonópolis (28.751), Várzea Grande (27.744), Sinop (20.263), Sorriso (13.539), Tangará da Serra (13.376), Lucas do Rio Verde (12.209), Primavera do Leste (10.487), Cáceres (8.449) e Alta Floresta (7.596).

Fonte: Joanice de Deus/Diário de Cuiabá – Foto: Rovena Rosa/AgBR

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Mato Grosso

Política MT

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana