CIDADES

Comissão de Saúde da Assembleia faz visita técnica ao Hospital Regional de Colíder

Publicado

Uma comissão parlamentar da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, realizaram na sexta-feira (23) uma visita técnica ao Regional de Colíder para verificar os principais problemas na unidade, que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Completaram o grupo os deputados estaduais Dilmar Dal Bosco, Dr. Eugênio, Janaina Riva, Valdir Barranco, Paulo Araújo e Dr. Gimenez.

Os deputados foram recebidos pelo prefeito de Colíder, Noboru Tomiyoshi. Após a visita ao hospital, a comissão se reuniu na Câmara Municipal com o gestor municipal, vereadores, secretários e autoridades. O Hospital Regional de Colíder foi a última unidade de saúde vistoriada pela Comissão de Saúde da ALMT. Pela manhã, a comitiva esteve em Alta Floresta. Também foram visitados hospitais nos municípios de Água Boa, Barra do Bugres, Cáceres, Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Sorriso e Várzea Grande.

O prefeito Noboru Tomiyoshi avalia que a visita técnica deverá reforçar e dinamizar o envio de recursos pelo governo estadual ao Hospital Regional de Colíder. “Eles conheceram todas as necessidades, as demandas e viram o que pode ser feito para melhorar o atendimento no hospital. Mas nós, de Colíder, não podemos deixar de ir ao enfrentamento para buscar melhorias. E esses recursos para a saúde são buscados através do bom diálogo. É assim que vamos buscar o melhor resultado para o Hospital Regional”.

O presidente da Comissão de Saúde da AL, Paulo Araújo, disse que os deputados conheceram a estrutura do Hospital Regional de Colíder e coletaram dados importantes. Todas as informações serão repassadas ao governo estadual junto com propostas de ações. “A demanda número um é a questão dos leitos da UTI de neonatal. Uma reclamação geral em toda a região dos vereadores, dos prefeitos, para que a UTI neonatal possa novamente voltar a funcionar. Outra cobrança é a reforma e a ampliação da unidade hospitalar aqui de Colíder”, relata Araújo.

Noboru, que é presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Nortematogrosense, lembra da situação caótica que o Hospital Regional de Colíder em 2017. “Quando iniciamos a nossa gestão, o hospital estava com muita dificuldade. Faltavam insumos básicos, um algodão, medicamento e os filhos dos moradores de Colíder não estavam nascendo aqui. Nasciam em Alta Floresta, Matupá, Peixoto, Sinop e outras cidades. Era uma situação drástica. Mas com o bom diálogo, conseguimos reativar alguns serviços básicos e essenciais e a maioria dos problemas foi superada. Mas existem desafios adiante que nós termos que superar também”, diz.

População confia na saúde municipal 

O prefeito de Colíder recorda as fragilidades encontradas na saúde básica municipal no início do seu mandato. Diz que as pessoas nem buscavam atendimento nos Postos de Saúde da Família (PSFs) devido à precariedade existente nas unidades à época. “Nós tínhamos uma situação complicada. Os usuários evitavam ir aos PSFs porque sabiam que não encontrariam medicamentos, exames e nem o profissional para recebe-los. Graças a Deus, com os investimentos que nossa gestão realiza, o atendimento e os serviços nos PSFs e no Pronto Atendimento são de qualidade e a gente percebe que a população voltou a procurar essas unidades municipais. Até os moradores de alto poder aquisitivo passaram a buscar o atendimento na saúde municipal. Hoje, não faltam atendimento adequado, exames e medicamentos. Também não faltam profissionais para acolher e atender com dignidade os pacientes do nosso município”.

O fortalecimento do PSFs e o bom funcionamento da saúde municipal, na avaliação de Noboru, também permitem a tranquilidade no Hospital Regional de Colíder. “Nós fechamos as portas do regional para serviços de média e baixa complexidade e passamos a fazer esses atendimentos nos PSFs e no Pronto Atendimento durante o dia, e à noite, após às 17 horas até a meia-noite, os usuários são atendidos no Pronto Atendimento. Os casos mais complexos são encaminhados ao Hospital Regional. Então, a saúde aqui em Colíder vive um momento tranquilo”.

O Consórcio Intermunicipal de Saúde é citado por Noboru como mais uma ferramenta para ajuda Colíder e os demais municípios consorciados. “Através do consórcio, a gente tem viabilizado exames, transporte, casa de apoio para hospedagem em Cuiabá e vários procedimentos que são de extrema importância. São ações que também dão suporte à saúde do nosso município e da nossa região. A saúde financeira do consórcio é muito boa e estamos adquirindo um novo micro-ônibus, dando um melhor atendimento a esses pacientes que precisam de transporte para fazer exames e procedimentos médicos lá em Cuiabá. A gente trabalha com economia e transparência. Então, fico honrado em ser presidente do consórcio e poder contribuir com a saúde aqui do nortão”, pondera.

Para o prefeito, a realidade atual da saúde pública em Colíder é muito melhor daquela de poucos anos atrás. “Houveram grandes avanços. Nós continuamos a investir. A gente sabe que precisa fortalecer ainda mais os postos de saúde e o Hospital Regional. Mas a prefeitura tem suas limitações financeiras, e a gente tem buscado esse envolvimento dos deputados e o apoio do governo do estado. E esse bom enfrentamento é diário. Nós nunca paramos de cuidar das famílias da nossa cidade”, descreve Noboru Tomiyoshi.

Neonatal, reforma e ampliação

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirma que, no máximo, dentro de mais 30 dias a UTI pediátrica e neonatal deverá estar em funcionamento. “E a nossa equipe de infraestrutura está desenvolvendo o projeto de investimento para a melhoria global do hospital. O que o governo do estado quer é não fazer paliativos que não resolvem efetivamente o problema. Precisamos investir na ampliação da capacidade física e técnica e na aquisição e modernização dos equipamentos e mobiliários. Atendendo esse tripé, tenho certeza que a gente melhorar de forma significativa o atendimento à saúde”.

Gilberto Figueiredo também enalteceu os investimentos que a Prefeitura de Colíder e a Secretaria Municipal de Saúde realizam na atenção básica. “Aqui em Colíder nós temos um grande parceiro, que é o prefeito Noboru, que faz a sua tarefa de casa na atenção básica, e até na baixa e médica complexidade, desafogando o hospital, que é regional. Ele não pode ser um hospital dedicado apenas ao município. Mas graças à dedicação do prefeito Noboru, o Hospital Regional de Colíder tem conseguido atender as cidades da região e nós queremos potencializar ainda mais o atendimento aqui”, comenta.

O secretário estadual disse ainda que a sua pasta não tem orçamento suficiente para arcar com os custos do hospital. “Vou pedir que o governador faça remanejamento de orçamentos de outras pastas. É necessário, porque a partir do mês de outubro nós sequer temos recursos para despesas do hospital. O orçamento feito na gestão passada é deficiente, então será preciso remanejar dentro do orçamento do estado”, informou.

Município desafoga hospital

A deputada Janaína Riva diz que a falta de investimento na saúde pública do interior encarece a saúde pública para o Estado. “De que adianta ter um bom secretário se não tem dinheiro? Precisamos trabalhar isso para que tenha os recursos para fazer as mudanças e as melhorias”, destaca. A deputada também elogia os investimentos que Colíder realiza na saúde básica municipal, descarregando o Hospital Regional. “E o prefeito Noboru captou isso. Tanto é que aqui ele faz esse atendimento básico à população. E isso desafoga o hospital regional. Então acho que é muito digno isso que o Noboru faz”, elogia.

Para Dilmar Dal Bosco, líder do governador na ALMT, é importante que os problemas existentes no Hospital Regional de Colíder recebam uma solução definitiva. “Precisamos trazer ações. Já temos alguns encaminhamentos da UTI neonatal, que já é compromisso do governo estadual para que a gente possa logo estar abrindo. Tem os recursos financeiros que nós já aportamos tanto dos parlamentares como também do senador Jaime Campos. Já fizemos o compromisso. Já cobramos o Estado para que pague os atrasados dos regionais através da transposição de recursos”, relata o parlamentar.

Comentários Facebook
publicidade

CIDADES

Psiquiatra Dr. Thanios Lacerda estará atendendo no Centro Médico Domingos Salomão!

Publicado

A palavra psiquiatria tem origem grega e significa “ a arte de curar a alma”, um nome que faz jus ao profissional que cuida das perturbações psíquicas do ser humano, tais como:

➡️Traumas

➡️Ansiedade

➡️Desgaste Emocional

➡️Humor deprimido

➡️Opressões

➡️Baixa autoestima

➡️Depressão

Eai? Você precisa ou conhece alguém que necessita “curar a alma”? Se a resposta for “sim”, agende uma consulta com Dr. Thanios Lacerda no Centro Médico Domingos Salomão!

☎️(66)3552-1737 📱(66)99602-6712 📲(66)99649-0330

.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

Fique ligado na agenda do CENTRO MÉDICO DOMINGOS SALOMÃO!

Publicado

Fique ligado na agenda do CENTRO MÉDICO DOMINGOS SALOMÃO!

Nesta quinta-feira (30/06), o UROLOGISTA Dr. Rodney Pereira estará realizando atendimentos relacionados à saude do homem, rins e vias urinárias. 

O OTORRINOLARINGOLOGISTA Dr. Eduardo Santos em também estará atendendo em sua especialidade: doenças de nariz, ouvidos e garganta.

Agende uma consulta com nossos especialistas!

Contato:

☎️(66)3552-1737

📱 (66)99602-6712

📱 (66)99649-0330

📍Rua Cambará, N° 719, Centro, em frente a AutoEscola Semáforo

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana