Polícia MT

Polícia Civil prende 5 e desarticula grupo envolvido na distribuição de drogas no bairro Milton Figueiredo

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Cinco pessoas envolvidas com a distribuição de drogas no bairro Residencial Milton Figueiredo em Cuiabá foram presas em flagrante, na quinta-feira (23.06), pela Polícia Civil, em ação realizada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE).

A ação teve início com o cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar, expedido pela 13ª Vara Criminal de Cuiabá, com base nas investigações da DRE, que resultou na prisão em flagrante dos traficantes, C.F.E.S., 24, W.P.A., 20, conhecido como “Vavá” e da jovem, A.C.O., 24,

Em continuidade aos trabalhos, os policiais receberam informações outra parte do entorpecente estaria nas casas da mãe, R.A.E.S. e da namorada, A.P.C.O., 20, de um dos suspeitos, sendo as duas também conduzidas a DRE, após serem flagradas com a droga.

Segundo as investigações, os suspeitos, C.F.E.S. e W.P.A. são conhecidos traficantes do bairro Residencial Milton Figueiredo, e atuam em sociedade no comércio de drogas na região. Em buscas no endereço alvo, os policiais flagraram os dois suspeitos, porém na residência não foram apreendidas substâncias ilícitas.

Em análise do aparelho celular dos traficantes, foi possível confirmar a atuação deles na venda de entorpecentes, além de averiguar informações de que a droga estaria em posse suspeita A.C.O.. Em continuidade as diligências, os policiais foram até a casa da jovem, onde encontraram porções de maconha, material para embalar a droga e dois celulares, possivelmente de origem ilícita.

Questionada, a suspeita alegou que os materiais ilícitos pertenciam a seu irmão que atua junto aos outros dois suspeitos na atidade ilícita e que teria fugido ao perceber a presença da equipe policial no bairro. O irmão, identificado como D.A.O.P., tem outras passagens criminais por tráfico de drogas, sendo inclusive monitorado por tornozeleira eletrônica.

Os três suspeitos foram conduzidos a DRE e durante a lavratura do flagrante, os policiais receberam a informação de que outra parte da droga, pertencente aos suspeitos, estaria escondida nas casas da mãe e da namorada de um dos suspeitos, também no bairro Residencial Mílton Figueiredo.

Em buscas na casa da R.A.E.S. (mãe), foram encontradas porções de cocaína no quarto do traficante. Questionada sobre o entorpecente, ela confessou que sabia que o filho atuava no comércio de cocaína e que o seu marido, usuário, é um dos clientes do filho. Na casa da namorada do suspeito, A.P.C.O., 20, os policiais apreenderam uma balança de precisão com resquícios de maconha, que ela alegou guardar a pedido do namorado.

Para o delegado, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, ficou claro que todos os detidos têm envolvimento com o comércio de entorpecentes no bairro, uma vez que foram encontrados indícios do comércio do entorpecente, assim como da guarda, divisão e distribuição da droga.

“Vale resslater que um dos traficantes já era investigado por ocupar um cargo dentro de uma organização criminosa atuante do Estado, sendo responsável por aplicar regras e executar punições impostas pela facção”, disse o delegado.

Diante dos fatos, todos os suspeitos foram interrogados e posteriormente autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia MT

Barbudo recebe prêmio em categoria Ótimo Parlamentar

Publicado

Deputado mais votado em 2018, bolsonarista está em 1º lugar dentre os federais de Mato Grosso.

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) será premiado na categoria “Ótimo Parlamentar”, em cerimônia no dia 08 de dezembro, em Brasília. O prêmio será entregue pela organização Ranking Político, uma plataforma digital que avalia a atuação de deputados federais e senadores.

Em julho deste ano, Barbudo já havia sido notícia devido ao seu primeiro lugar em Mato Grosso dentre os deputados. O parlamentar, o mais bem votado de 2018 no Estado com 126.249 votos, aparece com 7,51 pontos.

Nacionalmente, Barbudo figura em 57º lugar e é o número 1 em votos com o Governo Bolsonaro. Vale lembrar que o Congresso Nacional é composto de 594 parlamentares, sendo 81 senadores e 513 deputados federais. A pontuação do Ranking Político é definida de acordo com informações obtidas em fontes oficiais como os sites da Câmara, do Senado e dos Tribunais de Justiça.

A organização ainda segue o que chama de três pilares: antiprivilégios (as votações), antidesperdício (presenças e economia de verbas) e anticorrupção (ficha limpa). Para entender os critérios, acesse https://www.politicos.org.br/CriteriosAvaliacao.

No caso de Barbudo, também vale lembrar que o parlamentar vem em uma constante nesta posição, como primeiro de Mato Grosso. “O número e a boa avaliação, ao meu ver, é reflexo do meu trabalho e da minha defesa do povo mato-grossense. Sou o único parlamentar que vota 100% com o presidente Jair Bolsonaro e este ranking mostra que estou no caminho certo: é só o povo verificar quem do nosso Estado está lá embaixo”, cutucou.

Veja o Ranking Político aqui: https://www.politicos.org.br/Ranking

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia MT

Barbudo desmente voto em “fundão eleitoral” de R$ 6 bilhões

Publicado

Manobra do relator fez com que votação de fundo fosse incluída na pauta da LDO

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL-MT) vem a público esclarecer que é veemente contra o aumento do chamado Fundão Eleitoral em R$ 6 bilhões. O parlamentar informa que durante a votação desta quinta-feira (15.06), em que estava na pauta a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022, houve uma manobra para incluir o “fundão”.
“Eu jamais, jamais, compactuaria com a votação deste fundão. A comissão de orçamento colocou a votação deste abusivo e absurdo aumento do Fundão Eleitoral juntamente com a LDO e nós, deputados, não pudemos votar as duas pautas de forma separada”, explica Barbudo.
O deputado também esclarece que a sessão não ocorreu conforme os deputados contrários ao fundão gostariam. “Não houve votação nominal específica para o fundão como gostaríamos que houvesse. Só que votar contra a LDO reflete na governabilidade e obviamente trava o Governo Federal. Foi tudo muito bem articulado, calculado e feito de uma forma suja, da qual jamais compactuaria. Cabe esclarecer também que diante da não votação nominal do destaque, informei de forma oficial meu voto contrário ao fundão, que constará na tramitação do PLN 3/2021”, reforça.
Barbudo relembrou, inclusive, que no início da pandemia do coronavírus já havia se manifestado contrário ao fundão para a eleição. “Quem me conhece sabe que sou correto e meu discurso é uno. Eu jamais votaria para o aumento do Fundão Eleitoral. Aliás, no começo desta pandemia, me pronunciei para que o mesmo fosse destinado no combate à covid-19”.
Na próxima semana, parlamentares contrários ao Fundão Eleitoral, Nelson Barbudo incluso entre eles, devem buscar o presidente Jair Bolsonaro para que o mesmo vete a aprovação deste valor.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana